30.11.13

As Long As You Love Me - Capítulo 55 ✌


Justin P.O.V

A gostosa parou de rebolar e virou-se para mim. Não conseguia ver seu rosto direito, apenas via alguns traços. Mas graças a Deus, uma luz veio em nosso rosto, mas meu coração veio na boca ao vê que era a (seunome).

Ficamos nos entreolhando por longos segundos e senti sua mão gelada em minha nuca fazendo eu arrepiar-me por completo. Aproximamos nosso rosto e pude sentir sua respiração falha em meu rosto. Fechei meus olhos e dei uma leve lambida em meus lábios, e então aproximei mais ao rosto dela e pude finalmente sentir os seus lábios carnudos.

Travávamos nossa língua como se estivéssemos em uma batalha, eu explorava cada parte de seus lábios. Paramos nosso beijo calmo e com desejo assim que perdemos o ar. Abri meus olhos lentamente e queria beliscar-me várias vezes para ter a real certeza de que, aquilo estava mesmo acontecendo.

Ela travou seu olhar no meu e logo desviou olhando para baixo. Ela soltou seus braços da minha nuca e saiu, me deixando ali com o coração partido e ao mesmo tempo bobo. Sai do meu transe ao sentir Chris balançando meu braço, desviei meu olhar o olhando.

Chris: Vai dançar não?

Justin: Vou para casa.

Chris: Mas já? Acabamos de chegar.

Justin: Não estou com clima. - ele rolou os olhos. - Amanhã passo na sua casa.

Chris: Tá bom, aproveita e almoça lá. - eu assenti e fizemos um toque.

Justin: Avisa o pessoal que eu já meti o pé.

Chris: Ok.

Sai da pista de dança e logo consegui sair da balada. Fiquei esperando o táxi que logo chegou. Odeio andar de taxi, mas não é nada seguro ir de carro para a balada. Depois de longos minutos, cheguei em casa. Paguei a corrida ao taxista e adentrei na minha casa, meu avô estava assistindo basquete.

Bruce: Chegou cedo, o que houve? - ele perguntou me olhando desconfiado.

Justin: Nada, só estou sem clima.

Fui para a cozinha e peguei uma coca, voltei a sala e sentei ao seu lado no sofá.

Bruce: Quer conversar?

Eu fiquei quieto por uns longos segundos e suspirei.

Justin: Eu e a (seunome) nos beijamos hoje na balada. - ele ficou quieto assim como eu.

Bruce: E isso não é bom?

Justin: Por um lado é, mas por outro não.

Bruce: Por que não?

Justin: Eu não sei como vai ser amanhã, não sei se ela vai me perdoar pelo o que eu fiz, ou se ela me beijou para me iludir e deixar meu coração quebrado igual o dela esta.

Bruce: É uma situação bastante complicada, mas se vocês realmente amam um ao outro, vai dar tudo certo.

Ficamos assistindo basquete só até 04h00 da manhã, porque a minha avó acordou e botou nós dois para dormir, o que foi uma cena muito engraçada. Foi bom as horinhas que fiquei vendo tv com meu avô, me distrai bastante, mas as vezes eu lembrava do meu beijo com a (seunome) e tentava voltar a atenção ao jogo.

(seunome) P.O.V

Eu ficava congelada só de lembrar do que acontecera na balada. Eu não consegui resistir, eu estava com saudade dele, eu não estava aguentando mais. E o pior, é o que poderia acontecer no dia seguinte. Imagine se algum site de fofoca descobre que eu e Justin nos beijamos!?, pensei.

Eu não estava aguentando, aquilo estava me sufocando. Fui para o bar e pedi várias bebidas e depois fui para a pista de dança.

Caitlin P.O.V

Cait: Meu Deus, o que aconteceu com a (seunome)?

Jas: Não sei, ela esta muito bêbada, puta que pariu.

Chris: Ela esta pior que todos nós juntos.

Chaz carregava Cacau em seus braços até do lado de fora da balada. Ela resmungava pedindo para que Chaz a soltasse, mas ela estava muito bêbada. Eu e o pessoal não estávamos bêbados, alguém tinha que ficar em seu estado normal, né!? E acabou que todos nós ficamos.

Ryan: Cadê o Justin?

Chris: Ele já foi embora faz tempo.

Ryan: Que estranho!

Chaz: Verdade, é muito estranho o Justin ir embora cedo.

Ryan: Não é isso...

Chaz: É o que então?

Ryan: Pensem comigo: (seunome) bêbada demais e Justin foi embora cedo, será que rolou algo entre eles?

Cait: NÃO ACREDITO! - gritei atraindo alguns olhares.

Ryan: O quê?

Cait: Eles só podem ter ficado.

O pessoal ficou quieto por um momento, mas Ryan abriu a boca novamente.

Ryan: Ah sei lá, eu acho que não.

Cait: Por que?

Ryan: A (seunome) esta namorando, e ela é fiel.

Cait: Mas ela ama o Bieber, não o Timberlake.

Ficamos quietos enquanto o taxi não chegava, mas depois de alguns minutos o mesmo apareceu. Demos um jeito e entramos no taxi, (seunome) que agora se encontrara no colo de Chris, não ficou quieta um segundo. Ela falava coisas que ninguém entendia, as vezes até nos fazia rir, mas ela já estava ficando chata e fazendo a gente ficar com dor de cabeça. O pessoal foram dormir na minha casa, os meninos se acomodaram nos quartos e eu e Jas fomos dar banho na (seunome).

Foi uma tarefa bem difícil, mas conseguimos. Colocamos uma camisola nela e a deitamos na cama de um dos quartos de hospedes. Ela logo dormiu devido ao efeito da bebida, então eu fui para o meu quarto e tomei um banho e deitei-me podendo finalmente descansar.

(seunome) P.O.V

Acordei com a típica dor de cabeça de ressaca. Quando eu pude enxergar as coisas nitidamente, eu passei a mão pela escrivaninha a procura do meu celular e não achei, até que me toquei de que não estava no meu quarto, mas sim num dos quartos de hospedes da casa da Cait.

Bufei alto e levantei cambaleando, estava com uma preguiça da porra! Eu ia ir tomar meu banho, mas ouvi umas vozes vindo do andar de baixo e minha barriga estava roncando de fome, então resolvi descer. Abri a porta do quarto e caminhei pelo longo corredor e fui descendo as escadas vagarosamente e parei quando vi Justin e os meninos me olharem de cima em baixo. O que Justin estava fazendo ali? Tá mas isso não vinha ao caso naquele momento, olhei meu corpo para vê o que tinha de errado, pois eles me olhavam atentos. Meu rosto foi no chão ao vê que eu estava com uma camisola preta transparente e curta. Eles estavam praticamente me vendo quase nua.

Dei meia volta subindo as escadas correndo. Fui direto para o quarto da Cait para arrumar alguma roupa decente, se é que eu poderia encontrar algo assim no quarto dela coitada da minha amiga bitch. Abri a porta do quarto dela sem permissão e vi ela ainda dormindo, bufei irritada.

Você: ACORDA CAITLIN BEADLES!

Ela acordou assustada e sentou-se na cama me olhando séria.

Cait: PORRA (SEUNOME), VAI TOMAR NO CÚ! O QUE VOCÊ QUER PORRA?

Você: QUERO UMA ROUPA DECENTE CARALHO! OLHA A CAMISOLA QUE VOCÊ ME DEU. MANO, OS MENINOS ME VIRAM DESSE JEITO, VOCÊ TEM NOÇÃO? CARALHO, QUE VERGONHA E QUE VONTADE DE TE TORTURAR PELO RESTO DA SUA VIDA.

Ela me olhou de cima em baixo e caiu na gargalhada. Esperei ela terminar seu "showzinho" séria e ela foi parando de rir aos poucos.

Cait: Desculpe amiga, foi a primeira camisola que vi na frente. - ela disse se levantando e indo para o closet.

Você: Custava você ter procurado mais um pouco? - eu perguntei a seguindo.

Cait: Ontem você estava muita chata, não via a hora de você dormir. - eu a olhei incrédula e ela fez cara de bunda. - Desculpe pela minha sinceridade.

Você: Não acredito nisso! - Eu disse incrédula e bufando em seguida.

Cait: E parece que a chatice ainda não passou. - ela disse rolando os olhos e procurando uma roupa.

Você: CAIT! - a repreendi olhando-a incrédula, ela riu.

Cait: Toma, vê se essa esta boa. - disse jogando uma muda de roupa em cima de mim.

Tirei a camisola ali mesmo e me vesti assim:

Você: Vou descer, estou faminta!

Cait: E com mal hálito também amiga. Quer escova?

Você: PUTA QUE PAROU! VOCÊ ESTÁ CHATA DEMAIS!

Ela gargalhou e jogou uma escova de dentes ainda fechada para eu, peguei a mesma e fui até o banheiro dela. Escovei os dentes e penteei o cabelo.

Você: Vou descer...

Cait: Ok, já vou descer também. - ela disse tirando a camisola enfrente ao espelho.

Coloquei a escova de dentes na pia e sai do quarto dela. Eu estava descendo a escada e pude vê Justin novamente e me encarando, mas só naquele momento eu me lembrei do que acontecerá no dia anterior na balada. Eu congelei no mesmo momento e olhei em seus olhos perfeitos, suspirei e terminei de descer as escadas.

Você: Bom dia... -pausei- ou boa tarde, que seja. - Sorri de lado e sai andando para a cozinha.

Fui caminhando até a cozinha e fiquei a procura de algo para comer.

Justin P.O.V

Da primeira vez que (seunome) desceu as escadas, eu nem consegui mandar os meninos pararem de olha-la, porque eu estava vidrado naquele corpo perfeito dela. Aqueles peitos fardos, aquela bunda redondinha, aquela coxa maravilhosa, e sua intimidade coberta por uma calcinha sexy. Oh, que saudade!

Ela subiu novamente e apenas ouvi ela e Cait gritando fazendo eu e os meninos caírem na gargalhada. O que me deu pena, era pela vergonha que ela havia ficado, mas eu faria de tudo para vê aquele rostinho dela corado. Sai dos meus pensamentos ao vê ela novamente na escada, só que dessa vez ela vestia uma blusa bastante decotada e um short minúsculo, isso é roupa que Cait a empreste? Que vontade de subir e matar a Caitlin Beadles!, pensei. E o pior, é que os meninos são muito cara de pau, mesmo com a ficante deles, eles comiam a Cacau com os olhos. Que ódio!

(seunome) P.O.V

Eu estava indo pegar algo para beber na geladeira e vi meu celular do balcão.

Você: O que essa porra esta fazendo aqui? - perguntei à eu mesma.

Justin: Preciso conversar com você. - dei um leve pulo de susto ao ouvir a voz dele.

Eu congelei e fiquei toda arrepiada. E agora, o que eu faria?

Continua...

oooooi minhas gostosas safadas. ❤❤❤❤ E ai, o que acharam do capitulo? Será que a (seunome) vai falar o que para o Jus? *o* Os comentários estão aumentando, tipo, no capitulo anterior de ALAYLM teve 27 comentários. Mano, tô jogada! ❤❤❤❤ Cês são demais, mds! Amo vocês demais da conta! Muuuuuitooo obrigada por tudo! Mas enfim... No momento eu estou sem assunto pq eu falei tudo no aviso anterior. kkkkk Espero que vocês tenham gostado, beijos minhas divas gostosas. ❤ Continuo com 20 comentários.
Divulgando: http://imaginebeliebersloucaspelojerry.blogspot.com.br/

Hellooo! + Novo layout *o*

Oi minhas gostosas e gostosos!

26.11.13

Be Alright (2° Temporada) - Capítulo 3 ❤


(seunome) P.O.V

 Continuamos o caminho ouvindo música e logo chegamos ao local. Cait, Chaz e Edu estavam lá.

Chaz: Fala aê! - fez um toque com o Justin.

Você: Amigaa! - abracei ela.

Cait: Oi, Jus. - eles se abraçaram.

Você: Hey coisa fofa da tia! - disse pegando Edu no colo e o enchendo de beijinhos. Coloquei ele no colo de Cait novamente.

Justin: Eai garotão do tio! - Jus abraçou Edu.

Cait: Liguei pra Jas e deu caixa postal, e liguei para Chris e chamou até cair. Vocês conseguiram falar com eles?

Você: Eu liguei para Jas agora pouco e ela disse que eles já estavam chegando.

Cait: Ah... Mas hein amiga, você podia ter passado base ou pó no seu pescoço, hein! - Eles riram. Eu fiquei meio confusa e logo me toquei que ela estava falando do chupão de Justin.

Você: Droga! - sussurrei.

Justin: É sinal de que eu estou fazendo meu trabalho direitinho... - ele pausou. - Eu acho! - estava me sentindo uma péssima esposa e uma péssima mulher na cama. Deu muito bem para entender que estamos a séculos sem transar.

Chaz: Chegaram! - ele disse feliz olhando para a entrada da lanchonete. Sorri aliviada por ter cortado o assunto.

Cumprimentamos eles e o pequeno Louis. Fizemos nossos pedidos que logo chegaram. Ficamos jogando papo-fora... Como sempre! Os meninos ficaram conversando e olhando as crianças brincarem no parquinho enquanto eu e as meninas olhávamos as vitrines das lojas enfrente ao parquinho e que já se encontravam fechadas.

Jas: Ontem eu e Chris fomos ao motel. Meu Deus! - ele disse dando um suspiro e sorrindo maliciosa.

Cait: Ain amiga, credo! Poupe-me saber disso. - eu ri.

Jas: Por quê?

Cait: Por que é nojento imaginar meu irmão transando. - ela fez careta. Eu e Jas rimos.

Jas: E você, (seunome)? Você e Justin sempre tem historias picantes. - ela disse sorrindo maliciosa. Eu sorri de lado.

Você: Faz muito tempo que a gente não transa.

Jas: Tá de brincadeira né!? Por que tem tanto tempo que vocês não vão para a cama?

Você: Desde de que montamos a escola, quase não estamos tendo tempo. Nem estamos tento tempo para nossa família e amigos, e muito menos para sexo.

Cait: Na boa amiga, é melhor você arranjar um tempinho vago e transar logo, porque ele é homem, ele não vai se segurar. - eu suspirei nervosa.

Justin P.O.V

Justin: Porra, eu estou necessitado!

Chaz: Ah cara, impossível!

Justin: É sério, dude. Faz tempo que eu e a (seunome) não transamos. Estou ficando louco já...

Chaz: E por quê?

Justin: Estamos sem tempo para tudo.

Chris: Leva ela para um motel. Arranja um tempinho ai, cara!

Chaz: Verdade, Justin! E não faça besteiras... - ele disse firme.

Cara, eu não estava me aguentando mais de tanta necessidade. Eu acho que tinha uns 2 meses que não transávamos. Tem noção do que são 2 MESES SEM sexo? Precisava urgentemente de sexo!

{...}

Justin: Leva a Emy, já vou subir com o Tay. - (seunome) assentiu e saiu do carro com a Emy em seus braços.

Suspirei e joguei minha cabeça para trás. Sai do meu carro e peguei Tay no banco de trás, colando o mesmo deitado em meu colo. Tranquei o carro e subi. Ele estava mesmo ferrado no sono. Coloquei ele em sua cama e fui para o quarto na esperança de ver a (seunome) só de lingerie, prestes a me torturar; mas não, ela estava dormindo feito um anjo. Não sei se vou aguentar! Estou mesmo necessitado.

Dia Seguinte - 06h30 A.M
 
Me levantei e Cacau ainda dormia. Ela geralmente sempre levantava para preparar o meu café da manhã, mas acho que ela estava mesmo cansada. Levantei-me com uma preguiça enorme e fui ao banheiro. Tomei banho e fui para o closet, vestindo-me:
 
Sou dono do colégio mas não ando de terno, problem!? Espero que não! Fui até a minha princesa gostosa e dei um selinho nela, mas ela nem se moveu. Passei no quarto das crianças e eles ainda estavam dormindo. Dei um beijinho na testa deles e desci, vendo que não tinha mesmo café da manhã. Suspirei derrotado e fui até o meu carro, ligando o mesmo e dando partida para a escola.
 
 
Tirei meu boné e meu óculos. Preciso dar um bom exemplo aos alunos. Fui até a minha sala e fiquei assinando algumas papeladas, até que vejo um ser entrar na minha sala. Era a Ashley. Ela era uma mulher extremamente linda e gostosa, só que veio no momento errado. O momento em que eu estou necessitado. E além do mais, ela vem com esses decotes dela que me deixa louco. Eu sei que eu tenho mulher, mas sou homem. Não sou de ferro!
 
Ash: Bom dia, Sr. Bieber!
 
Justin: Ér.. ér.. Bom dia, Benson.
 
Ash: Ah, você sabe que eu gosto que me chame de Ahsley, não é? - ela aproximou-se com um sorriso nem um pouco descente no rosto. - Ficaria melhor ainda, se você me chamasse de Ash. É sexy na sua voz!
 
Justin: Pare já com isso! - eu disse rude.
 
Ash: Com o quê? - se fez de boba. Filha da puta, isso mexe comigo, porra.
 
Justin: Eu tenho esposa e eu respeito-a, então trate de respeita-la também. - eu disse tentando fugir de suas provocações.
 
Ela ia dizer algo, mas a porta graças a Deus abriu. Vi Ryan. Ashley rolou os olhos e saiu deixando algumas papeladas em cima da minha mesa. Eu suspirei aliviado e nervoso ao mesmo tempo.
 
Ryan: Que foi, cara? - perguntou fechando a porta.
 
Justin: A Ashley e suas provocações.
 
Ryan: Eu falei pra você despedi-la. Depois se a Cacau descobrir que ela fica se jogando pra cima de você, ela vai surtar. Você sabe disso, né!? - eu assenti e suspirei.
 
Justin: Ela não vai saber disso. Mudando de assunto: Por que você não foi ontem?
 
Ryan: Pow nem deu para eu ir, dude. Sai com a Lizzy e Luísa.
 
Justin: Esqueci que agora somos pai de família. - eu caçoei e rimos.
 
(seunome) P.O.V
 
Acordei e vi que estava marcando 10h40. Levantei-me e fui até o quarto vê as crianças, e eles estavam dormindo ainda, amém. Desci e caminhei até a cozinha e vi a mesa pura, eu esquecera de fazer o café da manhã de Justin. Xinguei-me mentalmente e fui acordar as crianças pra se arrumarem para a escola.
 
Continua...
 
Oi minhas pedreras (sim, isso significa "pedreiras", porra! u_u), tudo de boa com vcs? Estavam com sdds de mim e de Be Alright? Ou de ALAYLM? Sei lá! Tipo eu amo muito vcs, por isso eu  pensei "Vou postar Be Alright primeiro pra deixar essas minas tudo com fogo na xana"  kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Reações de vocês nesse momento:
 


kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk u____u  Sei que vcs estão curiosas para o que vai acontecer no próximo capitulo de ALAYLM, por isso eu fiz isso. kkkkkkk Love u <3 Mas então... Eu fiquei uns dias sem postar pq essa semana esta sendo bem agitada. Tipo, estou tento vários trabalhos e provas, então estou um pouco sem tempo essa semana. Hoje a minha cidade esta totalmente alagada, choveu pra caralho. Choveu tanto que a placa do carro do meu pai saiu qnd ele estava indo me buscar na escola, e tbm por causa da força da agua, o carro do meu pai deu problema, então amanhã eu nem vou na escola. Mas enfim... Quem sabe eu ñ continue ALAYLM ainda hj? Veremos! u________u Essa capitulo de Be Alright esta uma bosta, mas o próximo vai ser hot e vai rolar uns ciúmes da parte de Justin, será da (seunome) e de quem, hein!? u.Ú Espero que tenham gostado. Beijos e amo vocêssssssssssssssss minhas divas gostosas!!!!! <3 Continuo com 20 comentários.


23.11.13

As Long As You Love Me - Capitulo 54 ✌


Justin P.O.V

Justin: Mãe, ligou para o pessoal e disse que eu estava indo?

Pattie: Sim, eles falaram que vão te pegar no aeroporto já que você vai chegar a tarde.

Justin: Será que a (seunome) vai? - ela suspirou.

Pattie: Você não é criança! Você sabe muito bem que ela esta muito chateada com você.

Justin: Eu terminei com a Selena, então vou tentar reconquistar a (seunome).

Pattie: Boa sorte meu filho, pois as mulheres não se rebaixa ao nível de nenhum homem. - eu suspirei.

Eu estava nervoso, ainda mais que eu ia encontra-la a qualquer momento no Canadá. Se no VMA só em vê-la de longe eu quase dei um taque e ainda chorei, imagine ao vê-la bem de pertinho. Estou parecendo um gay, eu sei, mas eu amo aquela mulher.

Um sorriso enorme se formou em meus lábios ao ouvir a chamada de voo para o Canadá. Despedi-me de Scooter e Fredo com um toque e um abraço, e fui para o avião junto com a minha mãe.

{...}

Acordei e fiquei mexendo no meu celular, mas logo ouvi a aeromoça dizer que iriamos pousar. Eu e minha mãe sorrimos de canto a canto. Ela também estava feliz por esta indo para o Canadá, pois estamos precisando de férias, e ela também estava feliz por ir ver meus avós e conhecer a nova casa deles em Stratford.

Assim que o avião pousou, eu desci do mesmo o mais rápido possível e pude ver o pessoal ali. Mas como eu já sabia, a (seunome) não foi, o que me deixou triste. Fui até o pessoal e pulei em cima deles os abraçando.

{...}

Cheguei na casa dos meus avós e era enorme e bem confortável. Me joguei no enorme e macio sofá da sala.

Pattie: Justin, vá desfazer as malas.

Justin: Ah mãe, depois eu vou.

Diane: Pode deixar que eu arrumo as coisas dele. - ela disse sorrindo.

Justin: Mãe, hoje eu vou sair com o pessoal.

Pattie: Mas já? Você mal chegou no Canadá e já vai sair?

Bruce: O que é que tem Pattie? Deixe o menino se divertir.

Pattie: Vocês mimam demais o Justin. - ela disse rolando os olhos. Eu ri.

(seunome) P.O.V

Chris: Tudo bem se ele for?

Você: Tudo. -dei de ombros. - Não devo nada a ele mesmo.

Cait: E é apenas uma balada. Também acho que não tem nada haver...

Jas: E a Cacau vai se divertir bastante, mesmo com a presença dele.

Eu, Chris, Chaz, Jas, Ryan e Cait estávamos tomando sorvete antes deles irem pegar o Justin no aeroporto. Surtei quando soube que ele viria, mas fazer o que, eu não posso tentar evita-lo; é uma coisa bem impossível, porque meus amigos são amigos dele.

{...}

Você: Mãe, que roupa eu vou?

Mãe: Ué, não sei. Você tem várias roupas maravilhosas.

Você: Mas não quero usa-las. - me joguei derrotada em cima da cama.

Minha mãe entrou no meu closet e ficou lá por alguns minutos, depois voltou com uma roupa e um salto em sua mão.

Mãe: Esse vai ficar ótimo em você. - ela sorriu.

Você: Obrigada. - eu sorri.

Peguei a roupa e o sapato, e me vesti:

Fiz uma make um pouco escura, passei meu perfume, fiz meu cabelo e estava pronta, apenas esperando Cait e Jas para pegarem o táxi junto comigo; o que não demorou muito, pois elas logo estavam em minha casa. Nos despedimos da minha mãe e Lizzy e fomos para a frente da minha casa esperar o táxi, que depois de 10 minutos resolveu aparecer.

O caminho era um pouquinho longe, demoramos 20 minutos para chegarmos ao local. Pagamos a corrida e descemos do taxi atraindo olhares. Veio uma multidão pra cima da gente, o que fez vários homens mais velhos e fortes fazerem uma segurança improvisada, os afastando. Agradecemos aos seguranças improvisados e vimos o pessoal, mas como sempre, meu olho parou bem no dele; O Justin. Ele estava tão lindo como sempre e abriu um sorriso enorme ao me ver, e eu queria fazer o mesmo, mas eu estava magoada demais para fingir um sorriso.

Eles se aproximaram e nos ajudaram a ir para a fila pra entrar. Falei um "Oi" com todos, não queria abraça-los, pois senão eu teria que abraçar o Justin. Não vou dizer que eu não queria, porque eu sentia uma falta absurda dele, mas eu acho que eu não conseguiria.

Por fim, conseguimos entrar na balada, que por sinal, era enorme. A maior balada que eu já fui em Stratford. Estava tocando Gettin' Over You, uma das melhores musicas para dançar até a noite acabar.

Eu primeiro fui ao bar com o pessoal para comprarmos bebidas. Eu pedi apenas um energético, não queria ficar bêbada cedo.

Cait: Energético amiga?

Você: Claro, não quero ficar bêbada cedo.

Jas: Sei, esse energético é pra você ficar elétrica pros bofes né amiga!?

Você: Oh retardada, eu tenho namorado! - eu disse como se fosse obvio. Ela riu e eu olhei para Justin, que engoliu a saliva e me olhou sério. - Bom, eu vou dançar. Vocês vem? - apenas as meninas assentiram.

Saímos do bar já dançando e fomos para a pista de dança. Ficamos bem no meio, o melhor lugar para dançar.

Justin P.O.V

Quando ela "me lembrou" de que tinha namorado, eu não tentei controlar a minha raiva; mas afinal, eu não poderia fazer nada mesmo.

Chaz: Boa sorte cara! - ele colocou a mão em meu ombro e em seguida saiu dali, sumindo na pista de dança.

Ryan: Cara, não vai ser fácil reconquista-la, você sabe né!?

Chris: E, ah, não apronte aqui na balada. Tente se controlar ou a situação vai piorar, você sabe.

Ryan e Chris saíram e também sumiram na pista de dança. Fiquei bebendo e vi uma gata dançar na minha frente deixando meu membro exitado, mas eu não estava com animo pra nada; nem mesmo para beijar alguém. Pensei em ir para casa, mas eu teria que avisar os meninos primeiro.

Esperei que eles viessem até a mim, mas eles não deram nenhum sinal de vida. Entrei no meio da pista de dança para ver se eu os achava, mas as luzes coloridas eram cegantes. Parei de tentar passar pela multidão assim que senti um bumbum roçar no meu pau. Olhei para baixo e não consegui ver muita coisa por causa das luzes, mas eu coloquei a mão em sua cintura e fiquei dançando.

Meu pau já estava duro e do tamanho do mundo de tão exitado. A gostosa parou de rebolar e virou-se para mim. Não conseguia ver seu rosto direito, apenas via alguns traços. Mas graças a Deus, uma luz veio em nosso rosto, mas meu coração veio na boca ao ver que era a (seunome).

Continua...

oooi meus amorssss! Tudo bem cm vcs? Eu estou bem. *o* Bom, quero pedir desculpa por ñ ter postado ontem. A noite eu estava até escrevendo o capitulo, mas minhas ideias do nada sumiram. E ontem eu estava com dor na coluna, pois dei mau jeito na escola. :c Eu espero que vocês tenham gostado do capitulo. Estou suuuuuuper feliz pelos 225 seguidores. Cês são demais minhas divas gostosas. <333333333 Beijos e amo vocês. s2 Continuo com 20 comentários.

21.11.13

As Long As You Love Me - Capítulo 53✌


(seunome) P.O.V

Abri a porta do meu quarto e deixei que algumas lágrimas escapassem. Que saudade que eu estava daquele meu cantinho. Fechei a porta e me joguei na cama. Tirei meu salto com os pés mesmo e fiquei deitada esperando o sono chegar, o que não demorou muito, pois logo dormi.

Dia Seguinte...

Acordei com aquele sol gostoso em meu rosto. Tá, não era bom, mas era o sol do Canadá, o lugar que eu estava morrendo de saudades. Sem mais dramas, eu levantei-me e fui direto para o banho, tomei o mesmo bem alegre, pois veria o pessoal. Lavei meu cabelo, depois sequei o mesmo e fui pegar a minha mala aonde meu pai havia colocado, mas não estava ali. Procurei por todos os cantos do quarto e achei ela em baixo da minha cama. Peguei-a e abri, vi que estava pura, então fui até meu closet e vi que minhas roupas, sapatos e acessórios estavam todos arrumados ali. Sorri ao ver um bilhete colado na parede do closet.

"Filha, arrumei seu closet para poupar seu tempo e para você aproveitar com seus amigos. Falando em amigos, Jas já ligou e eu disse que você estava dormindo, mas ela falou que ela e o pessoal irão vim umas 14h00 e que estão com muitas saudade de você. Eu vou dar uma saída com seu pai, mas prometemos não demorar, queremos passar o dia com você.
Beijos, mamãe. "

Olhei em meu celular e vi que já era 12h00. Fiquei escolhendo uma roupa por longos minutos e decidi por essa mesmo:
Passei meu perfume da VS, peguei meu celular e desci. Não vi ninguém na sala, mas senti o cheirinho de comida irreconhecível da Lizzy. Sorri de canto a canto e corri para a cozinha encontrando ela lá, assim que ela me viu, ela abriu um sorriso e me abraçou.

Desfizemos o abraço e vi que tinha algumas lágrimas no rosto dela, assim como tinha no meu.

Lizzy: Cacau, que saudade.

Você: Eu também estava com muita saudade.

Lizzy: Eu sempre te acompanho pela TV. Você desfila muito bem! - eu ri.

Você: Obrigada! Mas Lizzy, estou louca para comer aquela sua comida maravilhosa. - ela gargalhou.

Lizzy: Ainda não esta pronto, e vai demorar um pouquinho. - fiz biquinho. - Come alguma fruta enquanto isso. - eu assenti.

Peguei uma maça na geladeira, lavei-a e fui para a sala. Fiquei vendo TV, mas eu estava no tédio da porra! Tirei tantas fotos e postei uma no instagram/twitter:
@Parker_: Hoje vai ser uma dia incríveeeeeeeeeeeel! #BoaTarde
meus amors! ❤❤❤

Abri meu twitter e postei:

@Parker_: Hoje eu estou tão feliz e ansiosa para ver meus bebêsss! 

Espero que depois disso, nenhum paparazzi venha me atormentar, pois eu quero paz. Vi que ainda era 13h10, então liguei para Jas.

Você: Jas?
- FALA AI SAFADA!
Você: E AI GOSTOSA? VEM PRA CÁ COM O PESSOAL!
Jas: Estávamos esperando você acordar, sua preguiçosa. - rimos.
Você: Mas vem logo, estou morrendo de saudade de vocês.
Jas: Tá bom, vou ligar para o pessoal.
Você: Tá ok, beijos.
Jas: Beijos.

Fiquei mexendo no meu celular e parei assim que a campainha tocou e Lizzy atendeu. Vi apenas um carreira de gente correndo para me abraçar. Vi todos eles ali. Mano, que saudade dessas pestes. Estávamos em um abraço coletivo com lágrimas. Mais um drama!

Eles pararam de me abraçar e eu abracei um por um. Ficamos naquele tal de "Você esta lindo!" "Você esta perfeita!" "Senti saudade!" e Lizzy nos chamou para almoçar. Colocamos nosso almoço e fomos para a sala, nos sentamos no chão e ficamos conversando.

Você: E o David, vocês tem visto ele?

Chaz: Ele faz basquete comigo.

Você: E ele pergunta por mim?

Chaz: Perguntou só uma vez.

Cait: Ele esta namorando uma tal de Maria.

Você: Conheço ela.

Cait: Da aonde?

Você: Ela é da escola e é a vadia que ele me traiu. - ficamos uns segundos em silencio. - Felicidades ao casal, né!

Brit: E esse Timberlake lindo, maravilhoso, hein senhorita Parker? - rimos.

Você: Vamos ficar um bom tempo sem nos ver, porque vou ficar aqui no Canadá por uns bons dias.

Brit: Ah sim!

Você: Ryan e Chaz, vocês não estavam na Believe Tour?

Chaz: Sim, mas aconteceu umas coisas ai resolvemos voltar.

Eu fiquei curiosa, mas preferi ficar quieta.

Ryan: Vamos pegar uma balada hoje?

Você: Claro, que saudade de ir para a balada daqui, puts.

Jas: Borá!

Cait: Estou dentro.

Chris: Borá naquela nova que abriu?

Chaz: É mesmo! Essa balada nova é muito boa.

Você: Quero conhecer!

Brit: É muito boa amiga. Pena que eu não vou poder ir, porque vou sair com meu noivo. - ela disse com os olhinhos brilhando. Eu e o pessoal sorrimos.

Jas: Essa ai só fala no noivo dela. - disse rolando os olhos. Brit mandou dedo para ela.

Você: Liga não Brit, a Jas é uma invejosa encalhada. -rimos.

Jas: Você que pensa!

Você: Tá dando uns pegas em alguém e nem me avisa? Vou te bater!

Chaz: Ih Cacau, melhor deixar isso quieto e vocês conversam depois... - ele disse rindo e o pessoal também, o que deixou Jas vermelha.

Você: Espera, o boy da Jas é você?

Chaz: Eu não!

Brit: Ele é gatinho amiga!

Cait: Não é não! -disse rolando os olhos.

Você: Poxa, vocês não vão me dar nenhuma dica?

Chris: Eu e Jas estamos ficando. - ele disse com um sorriso enorme no rosto.

Você: Owwn que fofos! Ficando de novo seus safadinhos?

Brit: Não entendi o "de novo".

Você: Eles dois ficaram no show do Eminem o ano passado.

Brit: Own, que fofos!

Olhei para Jas e seu rosto estava muito vermelho. Não sei pra que tanta vergonha, estávamos todos entre amigos.

Jas: Meu ficante é um gatinho sim, viu Caitlin Beadles!? -rimos.

Cait: Desculpa ai futura Jasmine Villegas Beadles! - rimos novamente.

Todos tinham terminado de almoçar, então Lizzy veio até a gente e pegou nossos pratos. A Coca já tinha acabado, então fui lá na cozinha e peguei outra garrafa e coloquei na sala. Ficamos tomando coca até não poder mais e assistindo filme.

Fui para a cozinha caçar algo para comer, pois é eu como demais mesmo. Eu estava pegando quatro pacotes de Doritos para mim e para o pessoal e vi Ryan entrar na cozinha. Ele pegou água.

Você: Vamos tirar uma foto? - ele riu.

Ryan: Vamos, ué.

Eu coloquei os Doritos em cima da mesa e peguei meu mac que estava no balcão. Liguei o mesmo e eu e Ryan fizemos várias poses engraçadas e fofas. Fiz uma montagem e postei no instagram/twitter:
@Parker_: AHHHH MEU AMOOOOR, EU TE AMO
TANTOOOOOOO! Você é muito especial para mim, meu parceiro de
bagunça! hahahahhaa @ItsRyanButler ❤❤❤❤❤❤

Ryan me ajudou com os Doritos e dividimos com o pessoal. Ryan sentou-se ao meu lado e ficamos prestando atenção no finalzinho do filme, assim como o pessoal. Ver Chris e Jas se beijando toda hora durante o filme, me fez lembrar da época em que eu e Justin estávamos juntos, mas livrei esses meus pensamentos e fiquei vendo TV.

Justin P.O.V

Justin: ...

Continua...

ooi meeeus amooors, tudo bem com vocês? Eu estou de boa. Eu resolvi postar esse capitulo ao invés de esperar pelos 20 comentários, pois ando falhando com vcs né!? Eu espero que tenham gostado do capitulo. \o/ Vcs acreditam que eu estou estudando para minha prova de Física desde 7hrs da manhã? Tá foda, véi! Nem fui para a escola hoje. :s Mas enfim... Gostosas e gostosos, deixem o twitter de vcs nos comentários para que eu possa avisar quando tiver capitulo novo. Continuo com 20 comentários. Amo vocês demais da contaaaaa! Beijos <3

19.11.13

As Long As You Love Me - Capítulo 52✌


(seunome) P.O.V

Espera, a mensagem era uma musica que ele fez para mim e esta cantando no VMA? 

Não, ele não seria idiota de deixar bem na cara. As vezes ele confundiu meu numero com o da Selena, sei lá. Não havia possibilidades dele ainda me amar; não depois dele ter feito várias coisas para a Selena.

Fiquei mais um tempo no banheiro até que ouvi chamarem o nome do Timberlake, então tive que voltar para ver a apresentação dele. Ele era lindo, cantava bem, dançava pra caralho, era gostoso, carinhoso e atencioso comigo, mas eu não o amava. Eu infelizmente ainda amava o Bieber.

Fiquei vendo a apresentação do Timberlake e depois de mais outros famosos, mas eu não estava me sentindo bem, acho que foi pelo choque ao ver o Bieber. Já estava tarde e a premiação já tinha acabado. Timberlake queria sair comigo, mas eu disse que não estava me sentindo bem, então fomos para o hotel em que ele estava.

Você: Se você quiser sair com o pessoal, pode ir. - eu disse me tapando com o lençol.

Timberlake: Não. Essa é a nossa ultima noite juntos, quero ficar com você.

Fechei meus olhos e logo senti seus braços me envolverem. Não demorei muito e adormeci, abrindo os olhos só no dia seguinte ás 12h00. Eu teria que me arrumar para ir pra Europa, então fui correndo para o banheiro e tomei um banho rápido, sai do mesmo e vesti-me assim:

Você: Amor.. -disse o sacudindo, mas ele não acordou. - Timberlake, acorda! Eu estou indo embora!

Ele resmungou algumas palavras que eu não entendi e abriu os olhos e me selou. Sorri de lado e ele sorriu, me puxando para um beijo demorado e lento.

Timberlake: Me liga, tá bom!? - eu assenti.

Dei mais um selinho nele e sai do quarto. Peguei o taxi na porta do hotel e fui até o hotel em que eu e as meninas estávamos. Entrei no meu quarto e peguei as minhas malas, colocando-as em cima da cama. Pedi um almoço bem reforçado, eu estava morta de fome.

Enquanto o almoço não chegava, eu fiquei mexendo no meu twitter e vendo algumas noticias. Até que achei algumas bem interessantes, mas nenhuma se compara a dor que eu senti ao ver essa:

"JUSTIN BIEBER CHORA AO CANTAR "THAT SHOULD BE ME" EM PREMIAÇÃO DO VMA.

Segundo aos fãs que estavam presentes e algumas fotos e vídeos que temos (que ainda não podem ser publicados), Justin Bieber chorou ao cantar That Should Be Me, uma suposta musica que ele fez para a (seunome) Parker, segundo aos fãs.

Mas podemos perceber a letra da musica, e encaixa bem com o que vem acontecendo com o Bieber e com a Parker, não é mesmo?

E pelo que ficamos sabendo, a gata deixou o lugar onde estava sentada (ao lado do gato do Timberlake, por sinal!) para ir ao banheiro, "Assim que a luz focou no Justin Bieber, a (seunome) saiu e só voltou quando o Justin Timberlake estava apresentando." Diz fã que estava no local.  Mas e ai, será que esse casal tem volta?"

Será que aquilo era mesmo verdade? Eu não sei se eu chorava ou se ficava feliz por ele ainda me amar. Mas de qualquer forma, se fosse verdade, ele estaria sofrendo. Mesmo depois de tudo o que ele fez, eu o amava, então doía em mim também. Fui despertada dos meus pensamentos ao ouvir meu celular tocar. Olhei e vi escrito "Brit", sorri e atendi.

Brit: Fala ai cadelaaa! Tudo bom?
Você: E ai bitch, tô de boa, e você?
Brit: Estou bem também. E o Timberlake gostoso, como está? - eu gargalhei.
Você: Bem também...
Brit: Mas hein, animada para o casamento?
Arregalei os olhos ao lembrar que em cinco dias seria o casamento dela. Como eu pude esquecer? E o desfile?
Você: Claro! Mas... - eu ia falar do desfile, mas preferi ficar quieta. - E você esta bem? Como anda os preparativos?
Brit: Estou bem sim. E esta tudo ótimo! Poxa, estava esperando você aqui, você disse que ia vim antes do casamento.
Você: Eu pretendia sim ir bem antes, mas estou na correria amiga. Mas acredito que eu vá sim antes do casamento, pode deixar.
Brit: Tudo bem amiga, eu entendo. Hein, todos aqui estão com saudade de você.
Você: Own, também estou morrendo de saudade de vocês. Amiga, vou desligar pois vou me arrumar para viajar.
Brit: Que chique hein! - rimos. - Tá bom amiga, beijos.
Você: Beijos.

Dia Seguinte...

Eu tinha acabado de chegar do desfile. Estava no hotel vendo uma roupa para eu ir pro Canadá. Isso mesmo, eu vou para o Canadá! Não sei como, mas eu consegui pegar uns dias para ficar lá. Tomei meu banho e me vesti assim:
Eu já tinha avisado ao povão que eu iria, eles vibraram de alegria. Eu chegaria na madrugada , o que era uma pena, pois eu só iria vê-los a tarde ou a noite. Olhei em meu celular e estava marcando 17h00, meu voo sairia de Portugal ás 18h30, estava bem na hora de eu ir para o aeroporto. Eu já tinha me despedido das meninas, e só a Dani e a Barbara poderiam ir comigo no aeroporto, pois as outras iriam dançar em uma boate. Sim, elas são modelos e dançarinas de boate, mas porque querem, pois ganham muito bem na VS. Mas elas falaram que o dinheiro da boate é um dinheiro extra que entra no pagamento delas, por isso elas de vez enquanto dançam.

{...}

Eu já tinha feito tudo, só estava faltando 20 minutos para o meu voo. Meu coração ia na boca só em pensar em ver meu povão depois de tanto tempo. Eu não sei se eu resistiria a emoção... haha.

Você: Vou comprar algo para comer, vocês vem? - elas assentiram.

Fomos até uma cafeteria que tinha dentro do aeroporto e eu comprei cappuccino e brownies. As meninas não queriam nada, então voltamos para as cadeiras onde estávamos sentadas. Fiquei sentada em uma das cadeiras devorando os dois brownies e o cappuccino. Assim que terminei, fiquei observando as pessoas que passavam por ali, eu estava num tremendo tédio.

Quanto mais eu queria que o tempo passasse, ai mesmo que ele não passava. E olha que só faltava 20 minutos, mas era como se fosse a eternidade. Para a minha felicidade, depois de longas horas chamaram o voo do Canadá. Trilhões de borboletas passearam aquele momento pelo meu estomago. Suspirei fundo e não pude deixar de sorrir.

Barbara: Vai lá amiga! Aproveita bastante! - ela disse me abraçando.

Dani: Aproveita cada momento, hein gata! - ela me abraçou assim que eu e Barbara desfizemos o abraço.

Você: Obrigada meninas! Eu vou sentir saudade de vocês, mas eu logo venho. - sorrimos de demos um abraço coletivo.

Desfizemos o mesmo e eu abracei cada uma individualmente de novo e peguei minha mala e fui para o local de embarque. Entrei no avião e ouvi chamarem o voo pela segunda e ultima vez. Olhei para baixo e sorri ao ver as meninas me mandando tchau.

Tinha poucos fãs no aeroporto, então não me preocupei muito se eles iam falar para aonde eu ia. Eu estava torcendo para que nenhum paparazzi fosse para o Canadá, pois eu queria liberdade com os meus amigos e minha família.

Aconcheguei-me no banco e apenas senti minhas pálpebras pesarem.

{...}

Acordei com a aeromoça dizendo que iriamos pousar. Meu coração foi a mil e eu não pude esconder meu enorme sorriso. Arrumei minhas coisas e vi que já era 05h00 da manhã, o céu ainda estava escuro, mas dava para ver o sol querendo aparecer.

Assim que o avião pousou, eu desci do mesmo e vi meus pais me aguardando. Eu e minha mãe corremos uma em direção a outra e nos abraçamos muito forte enquanto eu chorava. Ficamos por longos minutos abraçadas e desfizemos o mesmo; minha mãe tinha lágrimas em seu rosto assim como eu e meu pai também.

Soltei ela e abracei o meu pai, que já tinha nos alcançado. Depois de longos choros e paparicamentos, meu pai pegou minhas malas e fomos para o carro dele. Ele guardou minhas malas atrás do carro e fomos para a minha antiga casa, que ficava minutos longe do aeroporto.

Cheguei em casa e fui direto para a cozinha para ver se encontrava Lizzy por ali, mas olhei triste para baixo ao não vê-la.

Você: Cadê ela mãe?

Mãe: Ela esta dormindo. Ela queria muito te esperar chegar, mas acho que o sono falou mais alto. - ela riu e eu sorri de lado. - Vai dormir, você tem que descansar. E eu também, pois acredito que amanhã essa casa vai esta cheia. - ela disse se referindo aos meus amigos. Eu gargalhei e ela riu em seguida.

Meus pais estavam diferentes; principalmente a minha mãe. Eles estavam carinhosos e mais atencioso. Acho que é pelo tempo que passamos longe. Nos abraçamos e eu subi encontrando meu pai no corredor.

Você: Boa noite pai!

Pai: Boa noite minha filha. - nos abraçamos.

Abri a porta do meu quarto e deixei que algumas lágrimas escapassem. Que saudade que eu estava daquele meu cantinho. Fechei a porta e me joguei na cama. Tirei meu salto com os pés mesmo e fiquei deitada esperando o sono chegar, o que não demorou muito, pois logo dormi.

Continua...

oooi amores, tudo bem? Eu estou bem (tirando a dor de cabeça que eu estou sentindo :/). Podem me xingar e querer me matar pelos dias que eu fiquei sem postar. u.Ú Bom, é que eu viajei esse fim de semana inteiro, voltei domingo a noite. E segunda eu estava resolvendo algumas coisas do meu aniversário e eu tbm estava mudando o layout do meu blog pessoal (www). Ahhh, tem alguma Luanete aqui? (Fã do Luan Santana), pq se tiver, eu quero pedir que leia minha fanfic hot com o Luan. Faz tempo que eu tinha um blog do Luan, mas eu apaguei e agora resolvi criar outro. u.u Link do blog -> www. Eu espero que vocês tenham gostado dessa bosta de capitulo. u-Ú Beijos e amo vocêeesss! s2 Continuo com 20 comentários.
Divulgando: http://imaginenadaparasempre.blogspot.com.br/

14.11.13

As Long As You Love Me - Capítulo 51✌


Justin P.O.V

Senti lágrimas rolarem pelo meu rosto. Eu estava parecendo um gay, mas eu realmente consegui reconhecer o mal que eu estava fazendo para as pessoas que me amam.

Meu olho não queria parar aberto, então fechei os mesmos e dormi em seguida.

(seunome) P.O.V

Eu estava saindo do estúdio para pegar um táxi, e meu celular tocou; era um numero desconhecido. Atendi na terceira chamada.

Você: Alô
- (seunome)?
Você: Quem é?
- É o Justin Timberlake. Lembra que eu pedi seu numero ontem? - meu coração foi na boca e eu não deixei de sorrir. Porra, o Timberlake me ligou mesmo.
Você: Ah sim! Oi Timberlake. - ouvi ele rir abafado.
Timberlake: Eu estava pensando em te chamar para sair...
Você: Hum... E por que não chama? - eu fiz uma brincadeira seguida de um riso. Ele riu.
Timberlake: Quer sair comigo?
Você: Tudo bem. Aonde e que horas?
Timberlake: Pode ser cinema. E te pego as 14h00, é só me falar o endereço de onde você está.
Você: Ok.

Passei o endereço do hotel para ele e encerramos a ligação. Dei sinal para o taxi e entrei no mesmo, indo direto para o hotel. Entrei correndo no meu quarto e fui logo escolher a roupa que eu ia usar. Tomei um banho demorado e vesti-me assim:

Passei meu perfume, uma make básica e estava pronta. Vi uma mensagem do Timberlake:
 
"Cheguei. Vou te aguardar enfrente ao hotel. :) "
 

Sorri e sai do hotel, encontrando-o me esperando enfrente ao mesmo e encostado em seu carro. Esse homem existe mesmo? Ele vestia uma calça jeans escura, uma camisa social azul claro dobrada até o cotovelo e um vans preto. Ele sorriu assim que me viu, e eu fiz o mesmo.

Fui até ele que pôs a mão em minha cintura e me deu um longo beijinho na bochecha. Sorri com isso.

Timberlake: Você está linda!

Você: Obrigada! - sorrimos.

Ele abriu a porta do carro para eu e eu entrei enquanto ele dava a volta para entrar no lado dele. Ele ligou o carro e deu partida para o shopping. Eu não me continha... Eu sempre olhava para ele. E tipo... Você olha pro Timberlake e logo pensa: "Me come!"

Não demorou muito e chegamos ao shopping. Foi um pouco difícil para entrar por causa dos fãs, mas demos um jeito e conseguimos. Compramos os ingressos, pipocas e refrigerantes, então fomos para a sala de filme.

Justin P.O.V

5 dias depois...

Eu finalmente estava saindo daquele hospital. Ficar cinco dias no hospital, não é brincadeira não! Chaz e Ryan vieram me buscar junto com a minha mãe, mas eles ainda estavam bolados comigo. Fiquei na minha, pois sabia que eu tinha errado e feio.

Pedi noticias da Cacau e ninguém quis me falar nada. Eles sempre diziam: "Ela está bem, não se preocupe." Porra, eu preciso ter respostas concretas, preciso vê-la, toca-la, beija-la... Me arrependo profundamente da minha escolha ridícula.

Já tínhamos chego no hotel. Subi junto com o pessoal e fui para o meu quarto, deitando-me no mesmo. Eu estava sem sono e veio uma musica em minha cabeça ao lembrar da (seunome) com o Timberlake.

Peguei um caderno, lápis e meu violão. Fiz a musica e disse tudo o que sentia naquele momento sem ela e a vendo nos braços de outro. Fiz o arranjo no violão e comecei a canta-la. Pensei por várias horas e decidi mandar a letra para ela por mensagem. Ela não ia entender nada, mas eu não poderia deixar de dizer o que estava sentindo. Mesmo se caso eu me arrependesse no futuro.

(seunome) P.O.V
 
Eu estava deitada na cama do hotel e meu celular apitou. Olhei na tela do mesmo e vi que Justin havia me mandado uma mensagem. Meu coração foi na boca e abri a mensagem, vendo uma letra de música, eu acho... Ele é louco?
 
Estão todos rindo na minha mente
Há rumores sobre esse outro cara
Você faz o que fazia quando estava comigo?
Ele a ama como eu amava?
Você se esqueceu de todos os planos que fez comigo?
Porque, amor, eu não esqueci

 
Deveria ser eu segurando a sua mão
Deveria ser eu fazendo você rir
Deveria ser eu, isso é tão ruim
Deveria ser eu, deveria ser eu
Deveria ser eu sentindo o seu beijo
Deveria ser eu comprando presentes
É tão errado, não posso seguir sem você crer
Deveria ser eu
Deveria ser eu

 
Você disse que precisava dar um tempo dos meus erros
Engraçado como você usou esse tempo para me substituir
Você achou que eu não ia te ver saindo, indo para o cinema?
O que você está fazendo comigo
Você está o levando para onde a gente ia
Agora, se você estiver tentando me magoar
Está funcionando, porque você sabe
 
Ele enviando essa letra engado ou não, fez com que lágrimas rolassem pelo meu rosto.
 
2 Meses Depois...

Eu estava me arrumando para a premiação do VMA. O Timberlake insistiu para que eu fosse, então eu topei. Sim, estamos juntos. Em relacionamento sério, isso mesmo. Eu já fui para a cama com ele, e se eu dizer que ele não é bom de cama, é mentira. Quem não sonha em ir para a cama com o tesudo do Timberlake? Fala sério, só em olhar para ele eu quase gozo. E mano, ele é muuuitoo bom de cama.

Eu estava num quarto de hotel junto com ele. Só iria ficar ali até a tarde seguinte do dia da premiação, pois eu teria que ir para a Europa para desfilar.

Tomei meu banho assim que Timberlake saiu do dele e vesti-me assim:
 
Passei uma make e ondulei meu cabelo, deixando um cachos bem largos no mesmo.

Timberlake: Você esta perfeita! - ele sorriu e me selou. Eu sorri.

Você: Obrigada! E você esta lindo. - sorrimos.

Passei meu perfume e nós dois estávamos prontos. Ele colocou um terno preto, pois iria fazer uma performance e passou o perfume dele, ao qual eu amo. Descemos e o motorista dele nos levou até o local da premiação e posamos para várias fotos e claro, teve pessoas idiotas que vieram falar "Nossa (seunome), você ama os "Justin", né!?" Me deu um ódio enorme, mas ignorei esse e outros comentários idiotas.

Entramos ao local da premiação e consegui ver vários famosos, inclusive a Demi diva. Eu já disse ela é uma diva para mim?

Depois de vários blábláblá que eu já não estava mais prestando a atenção, eu ouvi a apresentadora dizer "Justin Bieber"; meu coração disparou, será que ele estava ali? Eu ainda não tinha visto ele. E depois de tanto tempo vê-lo novamente, era uma tortura para mim.

Ouvimos vários aplausos e todas as luzes se apagaram, até que somente uma se acendeu e meus olhos pararam bem nos olhos dele. Antes mesmo dele fazer qualquer coisa, meus olhos marejaram, mas eu não podia chorar ali. Não sei porque se marejaram... Talvez por tudo o que ele havia me feito, ou pelo o tempo que ficamos longes um do outro e esse momento foi como um choque para mim, ou talvez mesmo por eu o ama-lo.

Por que eu estou com o Timberlake? Eu não sei. Quer dizer, eu achava que gostava do Timberlake, mas ao ver o Justin no palco meu amor por ele veio como uma enxurrada.

Você: Preciso ir ao banheiro. - disse no ouvido de Timberlake e sai antes dele falar algo.

Fui até o banheiro e de lá dava para ouvir a voz rouca dele cantando a letra que ele havia me mandado por mensagem. Espera, a mensagem era uma musica que ele fez para mim e esta cantando no VMA? 

Não, ele não seria idiota de deixar bem na cara. As vezes ele confundiu meu numero com o da Selena, sei lá. Não havia possibilidades dele me ainda me amar; não depois dele ter feito várias coisas para a Selena.

Continua...
oooi meus amores, tudo bem com vocês? Eu estou bem. Ah, quero compartilhar minha felicidade com vocês. É que ontem eu fui no show do Luan Santana. É a 3° vez que eu vou no show dele, mas cara, dessa vez foi a melhor, porque tipo O LUAN SANTANA MANDOU "TCHAU" PARA MIM E PARA A MINHA AMIGA! PORRA MEU, O LUAN SANTANA FEZ ISSO, VCS TEM NOÇÃO? CARALHOOO, ATÉ AGORA Ñ ESTOU ACREDITANDO! EU SOU LUANETE, ENTÃO IMAGINEM A MINHA FELICIDADE! PQP! E TIPO, DPS QUE O SHOW ACABOU, EU E MINHA AMIGA FOMOS PARA PERTO DO CAMARIM DELE, QUE FOI DE ONDE O CARRO QUE ELE ESTAVA, SAIU. AI NÓS DUAS CORREMOS ATRÁS DO CARRO DELE JUNTAS COM VÁRIAS OUTRAS FÃS. AI ELE ACENDEU O CELULAR DELE DENTRO DO CARRO, AI PODEMOS VER ELE NOVAMENTE. MDSSSSSSSSSSS!! O QUE ME DEIXOU IRRITADA, FOI OS SEGURANÇAS. ODEIO OS SEGURANÇAS! ELES FICARAM AFASTANTANDO A MULTIDÃO DE FÃS (O QUE É A BRIGAÇÃO DELES) DO CARRO DO LUAN, E ESTAVA MACHUCANDO, POXA! ELES MACHUCARAM A GENTE! MAS FODA-SE, VALEU A PENA FAZER TUDO ISSO PELO MEU LUAN! Enfim.. kkkk  Espero que tenham gostado do capitulo... Beijos e amo vocêsssssss! <333 Continuo com 20 comentários.
 Divulgando: http://segredosdeumabelieber.blogspot.com

11.11.13

As Long As You Love Me - Capítulo 50 + Leiam as notas finais ✌


(seunome) P.O.V

Peguei minha bolça e desci, entrando num táxi e indo até o local marcado. Não, as meninas não iriam. Só eu fui convidada... Talvez por eles quererem saber sobre eu e Justin... O Bieber, não o Timberlake, mas de qualquer forma me deixava péssima.

O táxi parou enfrente ao estúdio e eu paguei a corrida. Entrei no estúdio de gravação e me falaram que eu ia entrar em 5 minutos; cheguei bem na hora! Eles retocaram minha maquiagem e eu entrei no estúdio de entrevista da Cloe logo assim que ela disse "Com vocês, (seunome) Parker" e a galera toda vibrou. Dei um abraço na Cloe que por sinal eu nem conhecia e nunca tinha ouvido falar.

Cloe: Tudo bem, (seunome) Parker? - ela perguntou sorrindo.

Você: Estou bem, e você? - eu perguntei sorrindo e sentei-me em uma poltrona enorme e marrom camurça que tinha no palco, bem de frente para a poltrona dela.

Cloe: Eu estou ótima! - ela sorriu. Ela fez várias perguntas e ficamos lá conversando e rindo com os fãs da plateia, até que ela chegou ao assunto que eu sabia que não ia ficar de fora. - E você e o Justin, vocês terminaram mesmo?

Doía ter que responder aquelas perguntas. Era como se fosse um tortura para mim.

Você: Sim.. - forcei um sorriso de lado.

Cloe: E por quê?

Você: Motivos pessoais. - eu não sabia o que responder.

Cloe: Temos fotos suas com o Timberlake na balada ontem, é verdade ou são montagens? - ela perguntou maliciosa e os fãs na plateia fizeram "huuuum" malicioso, o que me fez rir.

Você: Não é boato!

Cloe: E vocês foram juntos?

Você: Não! Ontem eu estava na balada com as meninas e acabei encontrando ele lá.

Cloe: Temos fotos comprometedoras de vocês dois dançando coladinhos.

Você: Qual o problema? - eu fingi um riso. - Eu e ele estávamos apenas nos divertindo, assim como todos que estavam lá.

Justin P.O.V

Pattie: Justin, para com isso meu filho! Pelo amor de Deus! - ela implorava segurando meu peitoral.

Justin: CADÊ ESSE FILHO DA PUTA? EU QUERO O NUMERO DELE! EU VOU ACABAR COM ELE E COM ELA.

Ryan: CARALHO JUSTIN, SE CONTROLA! - ele gritou tentando segurar o meu braço direito, já que Chaz fazia o serviço de segurar meu braço esquerdo.

Pattie: Você esta impossível, Justin!

Justin: EU NÃO VOU ME CONTROLAR ENQUANTO EU NÃO ACABAR COM A (SEUNOME) E COM O TIMBERLAKE.

Pattie: VOCÊ QUE FEZ ESSA DROGA DE ESCOLHA; AGORA AGUENTE AS CONSEQUÊNCIAS. - ela por fim não aguentou e acabou gritando.

Minha mãe me soltou e me deixou ali com os meninos, que rapidamente trancaram a porta do quarto do hotel em que estávamos.

Justin: POR FAVOR, ME DEIXEM SAIR DAQUI! - eu disse quando consegui me soltar deles.

Eu já não estava aguentando, então acabei quebrando algumas coisas do quarto.

Chaz: PORRA, TÁ MALUCO? PARA COM ISSO, PORRA! SEI QUE É RUIM E QUE VOCÊ ESTA SOFRENDO, MAS COMO A SUA MÃE DISSE: VOCÊ ESCOLHEU ISSO!

Eu fechei os olhos e por um momento eu fiquei quieto, pensando na burrada que eu havia feito. Já que minha mãe não estava ali no quarto, eu fui até o closet onde estava ficando minhas roupas e peguei a maconha escondido dos meninos e fui para o banheiro, me trancando no mesmo e apenas ouvindo os meninos me gritarem do outro lado da porta.

Assim que usei, pude sentir aquela adrenalina gostosa passar por dentro de mim, fazendo eu sorrir satisfeito com o resultado. Fiquei sentado no chão e encostado na parede, até que senti meus olhos se fecharem.

{...}

Acordei com um estrondo na porta. Abri os olhos e enxerguei tudo embaçado e apenas vi vários vultos em minha frente. Mas que porra é essa?

Chaz Somers P.O.V

Já tinha se passado uns 20 minutos e Justin ainda estava no banheiro; ficamos quietos, pois estávamos ouvindo o barulho dele chorando, mas depois de mais 15 minutos, não ouvimos mas nada, mas continuamos quietos; até que já tinha 45 minutos que Justin estava naquele banheiro. Eu fui para a porta do banheiro e bati na mesma o gritando, mas ele não me respondia.

Ryan: Vamos ter que arrombar essa porta!

Eu assenti e nos posicionamos enfrente a porta, contando até 3... Metemos o pé na porta e a mesma caiu. Por sorte, Justin não estava sentado em direção a porta, senão coitado! Vimos Justin jogado no chão e um saquinho de maconha ao seu lado.

Chaz: Não acredito que ele esta usando isso!

Senti um aperto em meu coração. Era difícil para eu ver uma cena daquela. Justin era como um irmão para mim, assim como Chris e Ryan. E imagine se a mãe dele descobre isso, ai mesmo que eu vou ficar mal.

Ryan: Justin! Justin! - o chamou dando uns tapas no rosto dele. - Porra dude, acorda ai! Faz isso não, mano! - ele continuou com os tapas no rosto de Justin, mas estava impossível.

Chaz: O jeito é chamar um médico.

Ryan: Mas e essa maconha? E se eles verem? E sei lá, o que vamos falar para eles?

Chaz: A gente não fala que ele usou maconha... Não por agora! Vamos esconder essa merda, ai a gente conversa com os médicos para darem um laudo falso; ai quando Justin estiver consciente, a gente conversa com ele.

Ryan: Ok. E se ele não parar, a gente fala que vai dizer para a mãe dele.

Chaz: Ótimo! Agora vou atrás de um médico, relaxa aê. - Ryan assentiu e continuou com os tapas na cara de Justin. Tudo bem que era nosso amigo ali e que a coisa era séria, mas Ryan estava muito engraçado dando tapas no rosto de Justin.

Justin P.O.V

Abri meus olhos com dificuldades por causa da claridade e apenas enxerguei umas paredes brancas. Olhei para o lado e vi com muita dificuldade o rosto preocupado da minha mãe. O que eu estava fazendo naquele lugar?

Justin: Mãe? - ela levantou-se da sua poltrona.

Pattie: Ai meu filho, graças a Deus você acordou. Eu estava preocupada com você!

Justin: Aonde eu estou?

Pattie: No hospital...

Justin: Por quê?

Opss, péssima pergunta que eu fiz, pois no exato momento eu me lembrei de eu ter me trancado no banheiro e ter usado maconha. Será que ela sabia disso? Se sim, eu estaria fudido pelo resto da minha vida.

Pattie: Os meninos disse que você desmaiou, ai eles trouxerem você para o hospital e falaram que você esta com intoxicação alimentar. - eu suspirei aliviado, pois pelo menos ela não sabia da maconha.

Justin: Posso falar com os meninos? - ela assentiu e retirou-se dali.

Eu sabia que eles sabiam que eu usei maconha, mas ele arrumaram alguma desculpa. Até parece que eu ia ter intoxicação alimentar. Não demorou muito e vi Ryan e Chaz entrarem sério no quarto.

Chaz: Foi ridículo da sua parte, Justin! - ele disse rude.

Justin: Ah qual é, vai me dar lição de moral agora?

Ryan: Não é lição de moral! Você não pensa que isso ai só vai te fazer mal?

Chaz: E também você vai acabar machucando a sua mãe, seus amigos e seus fãs.

Justin: Eu posso expli...

Ryan: PODE EXPLICAR É O CARALHO! - ele me interrompeu. - PORRA JUSTIN, VOCÊ TEM NOÇÃO DO QUE VOCÊ FEZ? VOCÊ NÃO PENSA NAS CONSEQUÊNCIAS NÃO, PORRA!?

Chaz: Ryan, pelo amor de Deus, ninguém pode escutar isso. - ele tentou acalmar Ryan e eu senti um aperto em meu coração.

Eu só fazia merda! Só magoava quem me amava; eu era um merda. Eu devia ter morrido quando eu usei a maconha.

Ryan: Já chega! - ele disse e suspirou, retirando-se do quarto.

Chaz ia abrir a boca para falar algo, mas fechou-a. Ficamos um tempo em silencio e ele desabafou...

Chaz: Não sei aonde você quer chegar com isso, mas pare enquanto é cedo; pense nas pessoas que te amam, nas pessoas que só te querem o bem; nas pessoas que fariam tudo por você... Que morreriam por você! Boa sorte, amigo! - ele virou as costas e saiu do quarto.

Senti lágrimas rolarem pelo meu rosto. Eu estava parecendo um gay, mas eu realmente consegui reconhecer o mal que eu estava fazendo para as pessoas que me amam.

Meu olho não queria parar aberto, então fechei os mesmos e dormi em seguida.

Continua...

oooooooi meus amorssssss, gostaram do capitulo? Espero que sim. u_u Bom, esse capitulo foi bem dramático né!? kkkk Mas eu espero que tenham curtido do mesmo jeito. çlkasçlaksçalksçaksaks Owwwwnnnn, 25 comentários no capitulo anterior. Vcs são demaisss! Obrigada!!! <333333333 Respondi os comentários do capitulo 48 e 49. \ô/ ahhh, já ia me esquecendo.. Então.. Eu estou com uma nova fic no blog da Júh gostosa. u_u Aqui o link da sinopse: www Link do primeiro capitulo: www E leiam também as outras fics lá do blog, que são as fics da Júh e das adm's. ^_^ E não esqueçam de seguir o blog dela. \ô/ ahh e quero agradecer também pelos 216 seguidores; não estou nem acreditando! ahhhh mds *O* Obrigada mesmo <3333333 ah e sorry por esse capitulo merda e pequeno! E amoors, comentem a 2° temporada de Be Alright para eu poder continuar. Enfim... Beijos e amo vocês. :* s2 <3 Continuo com 20 comentários.
Divulgando: http://imagineebeliebe.blogspot.com.br/
Divulgando: http://ilysmimaginejb.blogspot.com.br/
Divulgando: http://fanfics-justinbieber.blogspot.com.br/
Divulgando: http://ineedjerryibh69.blogspot.com.br/

9.11.13

As Long As You Love Me - Capítulo 49 ✌

 LEIAM MINHA FIC CRIMINAL? E SE PUDEREM, ADICIONEM AOS FAVORITOS E COMENTEM? OBRIGADA! <333 (CLICK AQUI) ^_^
 
Justin P.O.V
 
Eu sai do camarim da (seunome) e bati com força na parede do corredor, fazendo algumas pessoas me olharem. Meu rosto estava insuportável de tantas lagrimas. E o pior de tudo, é o que ela em breve iria ficar sabendo. Me cortava o coração só em ver ela lendo o sms que eu iria mandar pra ela algumas semanas depois.
 
(seunome) P.O.V
 
3 MESES DEPOIS...
 
Eu e Justin estávamos só nos falando por celular e internet. A falta que eu estava sentindo dele, era enorme, e além do mais, ele estava muito estranho. Ele sempre me mandava mensagem dizendo que me amava independente de tudo. Tudo bem que éramos muito melosos, mas nem tanto assim. Ele estava realmente estranho.
 
Eu estava saindo do camarim com as meninas e o meu celular vibrou. Vi escrito "amor" na tela e sorri, mas meu sorriso se desfez rapidamente e foi substituído por lágrimas ao eu ler a mensagem:
 
"Não dá mais! Eu sinto muito! Te amo!"  
 
Eu não estava entendendo porra nenhuma, então abri o twitter para ver se tinha algo, e sim, tinha uma foto dele e da Selena Gomez aos beijos. MAS QUE PORRA É ESSA? Eu cai no chão desesperada fazendo as meninas me olharem assustadas.
 
Tyra: O que houve, amiga? - ela disse se ajoelhando ao meu lado. Eu só tive forças para mostrar a mensagem a ela. As meninas viram e vi o semblante delas mudarem para tristeza.
 
Dani: Vem cá, amor! - disse me abraçando.
 
Barbara: Olha, eu sei que é difícil, mas não fique chorando, pois você vai se sentir pior. Vamos sair para você tentar se distrair...
 
Você: Não consigo! - eu disse fungando. - Eu quero ir para o Canadá!
 
Tyra: Você não acha que vai ser pior?
 
Você: Não... - disse num sussurro.
 
Tyra: Claro que vai ser, (seunome). Eu sei que lá você tem seus amigos de infância, mas lá, você vai estar sempre lembrando do Justin, o que é pior.  
 
Você: ELE ME TRAIU! - por fim, eu acabei gritando e chorando mais ainda ao lembrar da foto.
 
Dani: O QUÊ? COMO ASSIM?
 
Peguei meu celular e mostrei a foto a elas, que ficaram quietas e boquiabertas.
 
Barbara: Eu não acredito que ele foi capaz de fazer isso com você! - ela disse tentando se controlar com um suspiro.
 
Eu estava triste, muito triste. Não estava com cabeça para nada, muito menos para sair igual elas me chamaram; mas sinceramente? Estou CANSADA de ficar chorando pelo Justin. Ele quer provocação, então ele vai ter. E foda-se se eu vou estar me rebaixando ao nível dele; eu só não quero demostrar para as pessoas e principalmente para o Justin a minha tristeza. E nem quero que as pessoas pensem que eu estaria me fazendo de coitadinha. Levantei-me secando minhas lágrimas.
 
Você: Que tal uma balada? Estou afim de beber todas hoje... - eu sorri sarcástica. As meninas me olharam assustada.
 
Barbara: Não precisa fazer isso por homem nenhum, amiga.
 
Você: Não estou fazendo por causa dele. - menti. - Quero mais que ele se exploda! - menti novamente. - Vamos ou não?
 
As meninas assentiram e sorriram de canto. Acho que para elas é bem melhor me ver na balada me divertindo, do que em casa choramingando feito uma adolescente. Eu sei disso, porque eu sentiria o mesmo por elas ou por qualquer outra amiga minha.
 
Entramos no carro e o motorista nos levou para o hotel. Fomos cada uma para o seu quarto. Eu fui para o meu no hotel onde eu estava na França - sim, estávamos na França -, entrei no banheiro e tomei meu banho. Não posso negar que a mensagem e a foto veio em minha cabeça fazendo muitas lagrimas derramarem; mas eu resisti as lágrimas.
 
Fui para o closet e escolhi meu look, vestindo o mesmo em seguida:
 
 
Deixei meu cabelo solto mesmo, passei uma maquiagem forte para disfarçar meu rosto cansado, passei meu perfume e fui para o corredor esperar as meninas, como sempre fazíamos quando íamos sair. Cada uma estava mais linda que a outra. Descemos pelo elevador e pegamos um táxi, indo para a melhor balada na França, segundo a elas.
 
Eu ia tirar uma foto indo para a balada e postar no instagram/twitter, mas optei por não fazer isso, pois me chamariam de infantil e falariam que eu estaria tentando provocar o Justin, mas o que com certeza seria verdade.
 
Levamos uns 15 minutos para chegar na balada. Pagamos o motorista e descemos do carro fazendo várias pessoas nos olharem. Do lado de fora já dava para ouvir o som no ultimo volume; já estava me sentindo animada por esta ali. Eu e as meninas tiramos fotos com alguns fãs que tinham ali e compramos nossos ingressos, entrando em seguida na balada.
 
Quando entrei e ouvi tocar Gettin' Over You, eu já fui logo cantando e dançando. Eu amavaaaaaa aquela musica e tinha um pouco haver com o que estava acontecendo comigo.
 
Apenas Dani me acompanhou na dança, mas depois vi Tyra e Barbara chegando com bebidas para a gente. Agradeci e continuei dançando com elas.
 
Dani: A música acabou, vamos ir para o camarote? - nós assentimos e fomos para o camarote, pois havíamos pago.
 
Ficamos lá de cima curtindo e depois de um tempo vi um ser lindo do meu lado. Não, não era o Justin Bieber, mas era o Justin Timberlake. Eu quase dei um ataque ali. Ele é muito gostoso, canta bem pra caralho, é lindo demais, é simpático -eu acho-, sei lá, ele é foda!
 
Fingi que não tinha o visto ali, mas até que ele começou a dançar atrás de mim, e eu virei-me para ele, dançando com ele várias e várias musicas.
 
Timberlake: Que honra ver você por aqui! - ele disse gritando por causa da musica. Quer dizer... Só tinha como se comunicar gritando, pois o som estava absurdamente alto; o que era obviamente normal para uma balada. Eu sorri pra ele.
 
Você: Bom te encontrar também, Timberlake. - ele sorriu.
 
Timberlake: Só Justin, por favor... - ele sorriu simpático e eu forcei um sorriso. Ia ser uma tortura chama-lo de Justin.
 
Veio um cara falar com ele e ele me olhou triste.
 
Você: O que houve? Por que essa cara?
 
Timberlake: Vou ter que ir, mas me passa seu numero?
 
Meu coração foi na boca. Por fora eu estava parecendo normal, mas por dentro, eu estava saltitando de alegria. Sabe o que é o JUSTIN TIMBERLAKE TE PEDIR A PORRA DO SEU NUMERO DE CELULAR? Mano, só podia ser um sonho!
 
Eu assenti e dei meu numero a ele. Ele beijou a minha bochecha e retirou-se dali. As meninas me olharam curiosa fazendo eu sorrir.
 
Barbara: O que foi isso, hein Senhorita Parker? - eu e as meninas rimos.
 
Dani: Caralho, ele pediu seu numero, puta que pariu. - ela parecia não acreditar assim como eu e as outras meninas.
 
Você: Mas amanhã ele nem deve me ligar. Ele deve ter pedido só porque esta bêbado mesmo... -eu dei os ombros- Amanhã ele nem vai lembrar de mim.
 
Tyra: Duvido... - eu sorri e voltei a dançar.
 
Dia seguinte...
 
Acordei com meu celular despertando. Olhei no mesmo e estava marcando 10h00 da manhã. Tá de brincadeira? Eu esqueci que eu teria uma entrevista.
 
Levantei com toda a preguiça do mundo e fui ao banheiro, levando um susto ao me ver no espelho. Eu estava acabada! Tinha olheiras em meu rosto, meu cabelo estava pro alto, eu estava com a cara toda amassada... Eu estava parecendo um bruxa! E além do mais, eu estava com dor de cabeça e enjoo.
 
Entrei no chuveiro para tentar tirar um pouco do cansaço e enrolei-me na toalha. Peguei meu sagrado remédio de ressaca e tomei o mesmo. Fui ao closet e escolhi minha roupa, vestindo-me assim:
 
 
Passei meu perfume e fiz uma make rápida. Peguei minha bolça e desci, entrando num táxi e indo até o local marcado. Não, as meninas não iriam. Só eu fui convidada... Talvez por eles quererem saber sobre eu e Justin... O Bieber, não o Timberlake, mas de qualquer forma me deixava péssima.
 
Continua...
OOOI PESSOAS GOSTOSAS, TUDO BEM? EU ESTOU BEM. GOSTARAM DO CAPÍTULO? BOM, ESTAVA NA HORA DE ALGO A MAIS NA HISTÓRIA, NÃO É MESMO? HAHAHAHAHA MAS NÃO É A ÚNICA "BOMBA" DA IBH NÃO... TEM MUITAS AINDA! AGUARDEM! NESSE CAPÍTULO A SEUNOME NEM SOFREU MUITO... COLOQUEI ELA PRA NÃO SOFRER MUITO, PORQUE É MUITO CHATO... E A IBH FICA MAIS CHATA DO QUE JÁ É. :///// ENFIM... AHHH, SE PUDEREM, LEEM MINHA FIC CRIMINAL? E SE PUDEREM, COMENTEM E FAVORITEM? (CLICK AQUI) >3< AH, E DESCULPE-ME PELOS ERROS NESSE CAPÍTULO, MAS É QUE JÁ É MAIS DE 00H00 E ESTOU COM PREGUIÇA DE RELER O CAPÍTULO. Ú.Ú ESTÁ TARDE E EU JÁ ESTOU INDO DORMIR, ENTÃO AMANHÃ SEM FALTA EU IREI RESPONDER OS COMENTÁRIOS DO CAPÍTULO ANTERIOR, PODE DEIXAR. <33333333 BEIJOS E AMO VOCÊS!!! <33333333333 :* CONTINUO COM 20 COMENTÁRIOS!! xD

4.11.13

As Long As You Love Me - Capítulo 48 ✌

Amores, tem alguns GIFs. Não são tão hots, mas mesmo assim cuidado para seus pais não verem. UASHUAHSUHASUHAUSH 
 
(seunome) P.O.V

Peguei meu celular, Justin pegou as chaves e a carteira e lá fomos nós. Justin entrou no carro dele e eu fiz o mesmo. Só queria ver se alguém visse nós dois chegando num Motel.
 
Ele deu partida para o Motel. Pelo o que vimos, não tinha paparazzi. Continuamos o caminho e logo chegamos ao local. Justin entrou com o carro e estacionou o mesmo no estacionamento do Motel. Saímos do carro e entramos no Motel, dando de cara com a recepção. Fomos até duas mulheres que estavam no balcão. Elas nos olharam surpresas.
 
Justin: Um quarto por favor.. - uma delas assentiram. Fizeram algo no computador e entregaram a chave ao Justin.
 
- Quarto 405, no quinto andar.
 
Justin: Nunca diga que eu e a (seunome) já estivemos aqui. - ele colocou um bolo de dinheiro em cima do balcão e fomos até o elevador.
 
Justin já me beijava, ele estava com um fogo que não sei de onde vinha. Chegamos ao nosso andar e fomos até o quarto. Justin me beijava com um fogo inexplicável! Ele estava achando que íamos ir rápidos. Mas não... Primeiro eu com certeza iria fazer um showzinho para ele. Parti o beijo e o joguei na cama.
 
Você: Primeiro um showzinho. - eu disse sorrindo maliciosa. Justin me olhou surpreso.
 
Eu tirei minha roupa ficando apenas de lingerie. Justin tirou seu tênis e a sua meia com o pé mesmo, e tirou sua camisa e cinto, ficando apenas de calça e cueca. Coloquei Pour It Up da Rihanna e fui até o pole dance e comecei com o meu showzinho.
 

 
De vez enquanto eu olhava para o Justin e o quanto ele estava exitado e se segurando para não me pegar.
 
 
Justin P.O.V
 
Enquanto ela dançava, meu membro só aumentava. Estava tão duro, que parecia que ia quebrar. Coloquei as mãos em cima do meu pau e o massageei para ver se diminuía, mas foi uma tentativa falha.
 
Ela fez uma dancinha engraçada, deveria ser do Brasil... E me deixou super exitado, pois imaginei eu enfiando nela naquela posição.
 
 
E por fim, ela finalizou sua dança junto com a musica e começou a tirar a lingerie. Ela primeiro tirou o sutiã bem devagarzinho e jogou em mim. Depois ela ficou de costa para mim e foi tirando sua lingerie bem devagarzinho, me deixando mais exitado. Ela virou-se para mim e jogou a calcinha em mim também.
 
Vi que ela estava se aproximando de mim com um sorriso malicioso. Sorri malicioso também e ela subiu na cama, ficando cara a cara com meu pau. Ela me beijou. Foi um beijo hot... Eu iria inverter a posição, mas eu não consegui. Encerramos o beijo e ela desceu sua mão no meu pau.
 
Ela alisava e apertava ele ainda por cima da calça. Ela abriu a minha calça e tirou o meu jerry de dentro da cueca. Ela jogou uma saliva no meu pau e logo o enfiou na boca, parecia que estava devorando-o, o que me deixava mais exitado.
 
Depois de eu quase gozar em só ela fazendo uma oral, eu puxei seu cabelo levando seu rosto até o meu. Iniciamos um beijo hot pra caralho.
 
Inverti a posição ficando em cima dela. Terminei de tirar minha calça e minha cueca, pois estava incomodando. Joguei em qualquer lado do quarto e fui "provocar" a (seunome). Fui até seu pescoço e dei vários selinhos demorados no mesmo, ouvindo ela arfar e soltar leves gemidos. Enquanto eu brincava com seu pescoço, eu desci minha mão até sua intimidade. Senti ela abrir a perna para que desse espaço para a minha mão brincar com sua "amiguinha".
 
Fui massageando sua intimidade bem devagar, ouvindo ela gemer. Eu estava indo bem devagarzinho, então ela segurou minha mão e foi passando a mesma muito rápido em sua intimidade. Eu sorri do desespero dela.

Tirei minha mão de lá e desci beijando seus seios e sua barriga. Parei meu beijo na intimidade dela. Contornei minha língua por cada extensão de sua intimidade. Ela gemia demais e apertava meu rosto contra sua intimidade, o que me deixava louco.

Ela puxou meu cabelo fazendo eu olha-la e me chamou com o indicador. Fui até ela e iniciamos um beijo quente. Ela ficou por cima de mim e senti ela subir no meu pau, fazendo nós dois interrompermos o beijo para gemermos.

No inicio ela foi bem devagarzinho, o que estava me deixando louco, quase fazendo com que eu invertesse a posição, mas depois ela cavalgou rápido demais. Gemiamos juntos e estávamos suados. Eu segurei a cintura dela e inverti a posição. Abri as pernas dela com força e passei a cabecinha em sua intimidade.

- Awn Jus, não faz isso... Penetra, vai!? - ela pediu fazendo uma cara de piedade e eu sorri malicioso.

Esfreguei minha cabecinha só mais um pouquinho e penetrei bem devagarzinho, mas precisávamos mais que aquilo, então fui o mais rápido possível. Ela gozou e eu dei mais algumas entocadas, gozando em seguida também.
 
Dia Seguinte - 20h00
 
Scooter: Justin, temos que viajar ainda hoje. Não vai dar para você ir! 

 
Justin: Scooter, eu não irei demorar, só vou ir no desfile, ok?
 
Scooter: Vamos perder o voo, Justin!
 
Justin: Sinto muito!
 
Scooter: Não acredito nisso! Suas fãs estão te esperando para um show e você diz isso!?
 
Justin: Eu quero muito ir para a Europa, mas antes eu preciso ir ao desfile da (seunome). Estávamos há meses sem nos vermos, então preciso passar só mais um tempinho com ela. E também preciso ver pelo menos uma vez o desfile dela. E além do mas, ela ainda é minha namorada.
 
Scooter: Justin...
 
Justin: Volto logo! - eu o interrompi.
 
Sai do estúdio e fui direto para o desfile. Eu não estava totalmente arrumado e estava precisando de um banho, mas eu não poderia perder o desfile dela de jeito nenhum.
 
(seunome) P.O.V
 
Eu já estava pronta, faltava apenas 10 minutos para eu desfilar. Eu ligava várias vezes para o Justin e ele não atendia, o que me deixava mais nervosa. Eu pensava em todas as possibilidades dele não ir me ver.
 
Tyra: Calma (seunome), ele vai vim. - ela sorriu sem mostrar os dentes e eu suspirei.
 
Você: Esta tão na cara que eu estou nervosa? - ela assentiu.
 
- Vamos (seunome), sua vez! - disse a organizadora.
 
Suspirei e abriram a cortina para que eu desfilasse. Olhei todo o local e meu olho parou a um ser perfeito sorrindo. Era ele. Ele prometeu e lá estava ele. Eu sorri boba e desfilei. Sempre via Justin me olhando por completa e mordendo os lábios, o que me fazia sorrir mais ainda na passarela.
 
Eu poderia imaginar ele secando as outras modelos, mas tirei esses pensamentos chatos de minha mente e foquei no meu desfile. Dei o meu melhor ali na passarela. O desfile acabou e fui surpreendida com Justin me abraçando por trás. Virei-me para ele e sorri ao ver o sorriso dele.
 
Justin: Você foi perfeita! - ele me selou.
 
Você: Obrigada amor. Mas hein, como você conseguiu entrar aqui no camarim?
 
Justin: Tenho minhas técnicas... - eu sorri abafado.
 
Iniciamos um beijo lento e logo encerramos o mesmo.
 
Justin: Eu tenho que ir. - ele suspirou.
 
Senti as lágrimas rolarem pelo meu rosto. Ele secou as mesmas com seu polegar e me deu um selinho, em seguida me abraçando forte. Encerramos o abraço e vi que ele também chorava. Não pensei duas vezes e o beijei por bastante segundos. Acho que foi a única vez que beijei alguém por tanto tempo.
 
Você: Eu te amo muito! Por favor, não demore mais para me ver. - o abracei com forte antes dele falar algo.
 
Depois de alguns minutos abraçados, desfizemos o abraço e iniciamos outro beijo.
 
Justin: Eu preciso mesmo ir. Já era para eu estar no aeroporto. - nós dois respiramos fundo. - Eu prometo que eu venho te ver assim que eu puder.
 
Você: Promete mesmo?
 
Justin: Prometo! - nos beijamos mais uma vez e vi embaçado ele saindo.
 
Era tanta lagrima que eu estava mesmo vendo tudo embaçado.
 
Justin P.O.V
 
Eu sai do camarim da (seunome) e bati com força na parede do corredor, fazendo algumas pessoas me olharem. Meu rosto estava insuportável de tantas lagrimas. E o pior de tudo, é o que ela em breve iria ficar sabendo. Me cortava o coração só em ver ela lendo o sms que eu iria mandar pra ela algumas semanas depois.
 
Continua...
 
oooi meus amores, tudo bem? Eu estou mais ou menos. Não fui na porra da bt por causa da minha amiga, pq ela aprontou, ai a mãe dela não deixou ela ir... Ai eu tbm n pude ir pq n tinha ngm para me levar. Caralhooo, que ódio! Chorei igual uma condenada, vocês não tem noção. Mas meu pai disse que em 2015 ele vai me levar e vai comprar o ingresso para mim e para ele. <333333 Espero que vocês tenham gostado do capitulo. Tipo, não teve 20 comentários no capitulo anterior, mas esta ai. s2 A partir do próximo capitulo vai ter muita BOMBA! Aguardem! hahahahahaha u_u Beijos e amo vocês demais! <3 (desculpe os erros de português.. Estou com preguiça de concerta-los) Continuo com 20 comentários.