29.10.13

Be Alright (2° Temporada) - Capítulo 2 ❤

CAPÍTULO ANTERIOR AQUI.

(seunome) P.O.V

Você: Você quer mesmo ir amor? Você parece que esta muito cansado. - eu perguntei um pouco preocupada. Ele sorriu pelo nariz e aproximou-se de mim e deu-me um selinho ainda sem me responder.

Justin: Eu quero! - ele sorriu fazendo eu sorrir automaticamente.

Você: Tá bom então. Vou chamar as crianças e arruma-las. Toma seu banho enquanto isso. - ele assentiu e selou-me mais uma vez.

Sai do nosso quarto e fui até o quarto das crianças. Tay e Emy ainda dormiam. Eles já eram lindos acordados, agora imagine dormindo e sem fazer eu quase explodir de tanta dor de cabeça. Eles aprontam e gritam o dia inteiro, mas é impossível não amá-los.

Já que Taylor tinha dormido primeiro, eu resolvi acorda-lo antes da Emylli.

Você: Tay meu amor, acorda. - o chacoalhei devagar. Ele nem se moveu. - Bebê, acorda para se arrumar, pois iremos ir no parquinho. - continuei o chacoalhando. Ele se moveu só um pouquinho.

Depois ele se virou para mim e abriu o olho só um pouquinho. Fiquei fazendo carinho no cabelo dele e vendo cada traço no rosto dele. Além da personalidade, ele se parece muito com o Justin. Incrível isso! Eu sorri boba.

Tay: Vamos no parquinho, mãe?

Você: Sim. Você quer ir?

Tay: Eu quero.

Você: E sabe quem mais vai? - ele fez que "não" com a cabeça. - Tia Cait, tia Jas, tio Chris e tio Chaz.

Tay: Obaaa! - ele sorriu largamente e sentou na cama. Eu ri.

Você: Me ajuda a acordar a sua irmã? - ele assentiu e foi até a ela.

Tay: EMY ACORDA! VAMOS NO PARQUINHO COM MAMÃE, PAPAI E NOSSOS TITIOS!

Você: Tay, não pode acordar a sua irmã assim. - eu o repreendi séria. Ele me olhou triste. - Ela ainda é pequena. E além do mais, não pode acordar ninguém assim.

Tay: Tá bom, desculpa mamãe. - ele disse meio triste. Eu suspirei.

Você: Só não faz mais isso, tá bom? - ele assentiu.

Tay: Estou desculpado?

Você: Claro, meu amor. - eu o abracei e dei um beijo longo na bochecha dele. Olhei para Emy e ela estava acordada e querendo chorar. - Oi meu amor!

Emy deus os bracinhos para que eu pudesse pega-la no colo. Êh manha!

Tay: Mãe, cadê o papai?

Você: Ele tá lá no quarto. Vai lá, e pede para ele te dar banho.

Tay: Tá. - ele já ia saindo, mas eu o puxei de leve pelo braço.

Você: Hey, e o beijinho da mamãe? - ele sorriu e deu um beijo demorado na minha bochecha e saiu em seguida.

Eu sou uma esposa e uma mãe MUITO melosa, eu sei disso. Mas eles gostam do meu jeito... Bom, eu acho né. u_u

Emy: Tô tum soninho ainda mamãe. - ela resmungou deitando no meu colo. Seu coração estava acelerado, talvez por conta do susto que o Tay deu nela.

Você: Amor, se você dormir, você não vai ir no parquinho. Você quer ir? - ele balançou a cabeça dizendo que "não". Eu suspirei. Eita menina complicada! - Vamos, vai ser muito legal. Depois vamos lanchar...

Ela ficou em silencio.

Emy: Vamu nos arrumar então, mamãe... - eu sorri. Ela levantou-se do meu colo.

Você: A mamãe vai escolher uma roupa pra você, tá bom? - ela assentiu. Coloquei ela sentada na cama e fui até o closet dela e do Tay.

Escolhi a roupa dela e do Tay. A roupa deles são tão swag! E eles tem swag igual ao pai. Peguei o perfume deles dois, e levei tudo para a cama da Emy. Tirei a roupinha dela e a levei para o banheiro, dando banho nela em seguida. Lavei o cabelo dela e terminei o banho. Sequei-a e levei-a de volta para o quarto, colocando-a em cima da cama. Sequei ela mais um pouquinho e a vesti assim:

Passei seu perfume e ela estava pronta.

Justin P.O.V

Eu estava no banheiro pelado e escovando os dentes e ouvi Tay me chamar do quarto.

Tay: Paaaaaaaaaaai...

Justin: Estou no banheiro. - ele veio até o banheiro.

Tay: Pai, minha pediu pra você me dar banho.

Justin: Qual é campeão, você não sabe tomar banho não? - eu caçoei.

Tay: Sei, mas minha mãe que pediu.

Justin: Tá bom. Tira a roupa e entra dentro do box. E vai tomando enquanto eu escovo meus dentes. - ele assentiu e tirou a roupa, colocando a mesma no chão. Cacau iria pirar quando visse a minha roupa e a roupa dele jogada no chão.

Terminei de escovar meus dentes e entrei no box. Eu e Tay riamos muito, pois falávamos cada coisa.

Tay: Pai, estou gostando de uma amiguinha lá da escola. - eu sorri orgulhoso.

Justin: Sério, cara? - eu perguntei sorrindo e ele assentiu. - Qual o nome dela?

Tay: Giulia. Ela estuda comigo...

Justin: E ela sabe que você gosta dela? - eu perguntei desligando o chuveiro.

Tay: Não, estou com medo de contar.

Justin: Já que você não a contou, chega com tudo... - eu joguei uma toalha para ele e peguei a minha.

Tay: Como assim, pai?

Justin: Quando ela estiver sozinha em algum lugar que quase ninguém ver, você vai lá e agarra ela.

Tay: Eu acho que ela vai é me socar, pai... - eu gargalhei. Meu filho era engraçado e esperto demais, o que me deixava mais orgulhoso dele.

Justin: Você vai com jeitinho né meu filho. Você prende ela na parede e fala que gosta dela e tals, dai você beija ela. - ele riu. - É sério! Só não esqueça de arrancar uma flor da escola e dar para ela.

Tay: Tá bom.

Terminamos de nos secar e fomos para o meu quarto.

Justin: Vai lá pegar sua roupa e trás aqui para eu te vestir. - ele assentiu e saiu enrolado na toalha maior que ele. Eu ri da situação dele.

Eu estava procurando minha roupa no closet e vi a Cacau entrando no closet. Sorrimos e ela se aproximou, me abraçando pelas costas e depositando um beijinho no meu ombro.

Você: Quer ajuda?

Justin: Não precisa, já sei que roupa vou usar.

Tay: Paaaaai, vem me arrumar! - ele gritou do nosso quarto. Eu e Cacau sorrimos.

Eu virei-me para ela e passei meus braços pela sua cintura.

Justin: Estou com saudade de você, amor. - eu sussurrei em seu ouvido sentindo ela se arrepiar. Sorri e passei a ponta do nariz no pescoço dela e dei algumas mordidas, ouvindo ela gemer.

Você: Para com isso, Justin. Vamos logo, ainda tenho que tomar meu banho.

A ignorei e inverti a posição, fazendo ela ficar encostada numa das partes do closet, aonde eu estava antes. Ela ia abrir a boca para falar algo, mas eu fui mais rápido e a beijei. Um beijo hot, fazendo meu amigo despertar lá em baixo.
 
Eu partia o beijo pra beijar o pescoço dela, até que dei um chupão que com certeza ficaria a marca.

Justin: Estou com muita saudade. Faz tempo que a gente não transa, (seunome). - eu disse de olhos fechados, ouvindo apenas nossa respiração.

Você: Calma! Agora temos que terminar de nos arrumar, pois daqui a pouco a Cait liga. - eu suspirei e a selei, mas ela me roubou um beijo. Sorrimos e terminamos com alguns selinhos lentos.

Ela se virou e eu dei um tapa forte em sua bunda. Vi ela sorrir. Separei minha roupa e vesti-me assim:
Voltei ao quarto e Tay estava sentado na minha cama apenas de bermuda. Terminei de vestir ele:
Obviamente que o Tay é maior que esse bebê, mas essa foto
é só para demonstrar a roupa que ele usou.
 
Arrumei o cabelo dele e passei o perfume. Depois eu penteei meu cabelo e passei meu perfume. Vi (seunome) sair do banheiro apenas de toalha. Ela foi para o closet. Eu tentei me controlar e não ir para o closet e agarra-la mais uma vez, só que dessa vez com certeza rolaria sexo, então por isso eu tentei me distrair.

Depois que montamos a escola, quase não temos tempo para nada, principalmente para transar. Estou necessitado e sei que ela também esta; conheço muito bem a mulher que eu tenho.

(seunome) P.O.V

Depois das provocações do Justin, minha ppka já estava formigando de tanto tesão. Nem no banho eu consegui ficar com menos tesão. Ele tem e sempre teve esse poder sobre mim. Terminei meu banho e enrolei-me na toalha logo após que sequei-me. Fui para o closet e escolhi minha roupa. Como íamos lanchar e depois iriamos para a praça, eu coloquei uma roupa mais simples e mais confortável. Vesti-me assim:
Sem o cordão...
Fiz uma make básica, penteei meu cabelo e passei meu perfume. Vi o chupão que estava em meu pescoço, então passei base para tentar deixar menos amostra. Coloquei minhas coisas dentro de uma pequena bolça e voltei ao quarto. Justin e Tay estavam deitados na cama e Emy estava sentada na ponta da cama. Eles estavam assistindo televisão.

Você: Vamos meus amores? - Justin me olhou por completa e mordeu os lábios, em seguida balançou a cabeça como se estivesse se livrando de um pensamento, e suspirou.

Emy & Tay: VAMOOOOS! - eles gritaram animados fazendo eu sorrir.

Eles se levantaram da cama e descemos. Justin foi para a garagem com as crianças enquanto eu trancava a casa. Entrei no dele e ele deu partida. Liguei para Cait.

Você: Amooor?

Chaz: Cait vai brigar hein.. Deixa ela saber que você me chamou de amor. - eu ri e em seguida ele riu também.

Você: Já estamos indo. Vocês estão aonde?

Chaz: Já saímos de casa também.

Você: Tá bom,  gato. A gente se ver lá. Beijos.

Chaz: Tchau gata... - eu sorri e desliguei a ligação.

Liguei para Jas.

Você: Jas?

Jas: Fala ai meu amor..

Você: Vadia gostosa, você já saiu de casa?

Jas: Sai, estou quase chegando. E você?

Você: Também. A gente se encontra lá, morena.

Jas; Tá bom, gata. Beijos.

Você: Beijos. - desliguei a ligação.

Justin ligou o rádio e estava tocando Rihanna - Pour It Up. Eu amooooooo essa música! Fiquei cantarolando e imaginando eu dançando-a para o Justin, o que me fez rir sozinha.

Justin: Que foi, louca? - ele sorriu.

Você: Nada não. - eu parei de rir e sorri pra ele.

Continuamos o caminho ouvindo música e logo chegamos ao local.

Continua...
oooooooooi gostosas e gostosos. Tudo bem com vocês? Eu estou de boa!! Gostaram do capitulo? Eu estava esquecendo de postar a 2° Temporada de Be Alright kkkkkkkk Tadinha de Be Alright. :( lakjslkajskljaksjaksj Mas eu espero que vocês tenham gostado. Ahhh!! Eu tirei a opção de anônimos para comentar, pois eu estou no blog há alguns anos (eu tinha um blog antes que esse) e sei muito bem quando uma mesma pessoa comenta várias vezes como anônimo, então isso estava me chateando novamente. Agora eu desativei de vez. Enfim... Espero que tenham gostado mesmo desse capitulo. <33 Ah, me perguntaram pq eu coloco "Cacau" no ib, é que tipo, ficar colocando "(seuapelido)" toda hora, é muito chato, dai eu coloco Cacau, o que representa que o personagem falou seu apelido, mas quando eu coloco "(seunome)", é pq é o nome de vcs avá.  Continuo com 20 comentários (de pessoas diferentes). Beijos e amo vocês demais da conta. :* ❤❤❤
Divulgando: http://segredosdeumabelieber.blogspot.com.br/

28.10.13

As Long As You Love Me - Capítulo 47 ✌


(seunome) P.O.V
 
Ele pegou a chave do carro e a chave do quarto dele. Saímos e eu tranquei o quarto, depois fomos para a garagem. Justin disse que Pattie vai mais tarde; ele tem que ir mais cedo para trocar de roupa, arrumar o cabelo e se maquiar. Parece até uma bixa né!? Mas esse é o meu homem.
 
Fomos o caminho todo ouvindo e cantando musicas e rindo também. Logo chegamos ao local do show. Os seguranças nos ajudaram a entrar. Fomos direto para o camarim de Justin, encontrando Scooter no telefone.

Scooter apenas sorriu para nós dois, pois ele ainda não podia falar, pois estava ocupado. Justin falou com o maquiador e o cabeleireiro dele, eu apenas sorri para eles em forma de comprimento, e eles sorriram de volta. Eles começaram a maquiar e arrumar o cabelo de Justin.

Era a primeira vez que eu via o Justin sendo arrumado por um cabeleireiro e por uma maquiadora, então era estranho. Não estava nem um pouco acostumada em ver aquela cena. Rapidamente eles terminaram e se retiraram da sala. Antes de Justin trocar de roupa, Scooter desligou o telefonema.

Justin: Fala aê, Braun.

Scooter: Eai, Bieber. - eles fizeram um toque e em seguida se abraçaram. Eu me levantei para cumprimentar o Scooter. - Oi (seunome)... - ele sorriu.

Você: Oi Scooter. - nos abraçamos.

Scooter: Justin, eu vou ir resolver os negócios lá fora e volto aqui para te avisar quando for para você entrar no palco.

Justin: Tá bom, valeu.

Scooter assentiu e se retirou. Justin trancou o camarim para que pudesse se trocar. Ele foi até um cabideiro  e pegou a roupa que iria usar. Ele tirou a camisa e em seguida a calça, me deixando exitada. Fiquei mexendo no celular para tentar disfarçar, até que senti Justin me puxando pelo braço, fazendo eu ficar em pé, bem colada no corpo dele.

Você: Amor.. É-ér.. vai terminar de se arrumar. Daqui a pouco o show começa. - disse tentando olhar para o lado e não para os seus olhos, pois sabia que iria me perder naquele olhar dele.

Ouvi ele rir.

Justin: Para com isso, Cacau. Eu sei que você esta toda exitadinha... - ele riu novamente e eu o olhei incrédula.

Você: Não estou nada.

Ele deu um sorriso maravilhoso, que em seguida virou malicioso. Justin aproximou seu rosto na minha nuca e roçou seu nariz gelado, e em seguida dando vários beijinhos me levando a loucura e fazendo eu me arrepiar todinha.

Justin: Você gosta né safada!? - ele disse me jogando no sofá.

Eu cai sentada e ele subiu em cima de mim, fazendo eu me deitar em seguida. Justin passou a mão em meu rosto e eu fechei os olhos apenas sentindo os toques dele. Logo senti nossos lábios grudarem e nossa língua dançar em uma perfeita sintonia.

Justin foi passando a mão por de baixo do meu vestido até chegar na minha bunda, então ele apertou a mesma, fazendo eu gemer durante o beijo. Ele desceu seus beijos até meus seios e parou ali quando seu celular tocou. Eu e ele bufamos.

Justin levantou para atender o seu maldito celular.

Justin P.O.V

Eu estava descendo meus beijos até os seios da Cacau, e a praga do meu celular tocou. Eu e ela bufamos juntos e eu levantei para atender. Vi que era Chaz. Caralho!

Justin: Que foi, porra?

Chaz: Oshe, tá há quanto tempo sem transar? - ele disse e em seguida ouvi ele e Ryan rir no fundo da ligação.

Justin: Para de graça, caralho. O que você quer?

Chaz: Sério mesmo, você estava fazendo o que para estar assim?

Justin: Porra Chaz, vou finalizar essa droga de ligação. - eu disse alterado.

Chaz: Calma aê! Eu só quero te pedir o endereço do local do show.

Justin: Vocês não anotaram?

Chaz: Anotamos, só que perdemos.

Justin: Caralho! - eu bufei. - Vocês não sabem aonde é o Madison?

Chaz: Não, caralho!

Justin: Você que me interrompe na melhor parte e você que tá estressadinho?

Chaz: Não acredito que você e a Cacau...

Justin: Sim Chaz, é isso mesmo. - eu o interrompi. Ele riu. - Mas a porra do endereço é esse aqui: Midtown West; NY 10001.

Chaz: Tá bom, valeu.

Justin: Beleza... - finalizei a ligação e coloquei o meu celular aonde estava.

Olhei para o sofá e (seunome) estava sentada me olhando. Ela levantou e veio até a mim, passando seus braços em volta do meu pescoço. Eu sorri de lado e passei meus braços pela cintura dela.

Você: Não fica triste. Foi bom o Chaz ter nos interrompido, pois aqui não é um lugar adequado para isso.. E afinal, mais tarde podemos comemorar. Ainda temos o resto da noite. - ela disse maliciosa, fazendo eu devolver o mesmo sorriso.

Justin: Eu amo você, tarada. Quer dizer... Minha tarada.

Eu sorri e ela retribuiu, então ali iniciamos um beijo calmo, mas cheio de desejo. Fomos interrompidos por alguém batendo na porta. Porra!

- 10 minutos, Justin! - ouvimos Scooter dizer do outro lado da porta.

Eu suspirei nervoso. Eu já morro de nervoso ao fazer shows normais, agora imagine quando eu canto no Madison Square Garden.

Você: Vai dar tudo certo. E eu sei que você vai arrasar naquele palco. - ela sorriu, me deixando mais calmo. Eu sorri em seguida e a beijei mais uma vez.

Encerramos com longos selinhos e eu fui terminar de me arrumar. Coloquei minha roupa e meu tênis. Já estava pronto.

- 4 minutos, Justin. - ouvimos Scooter falar do outro lado da porta mais uma vez.

Meu coração dessa vez veio na boca. Eu estava muito nervoso.

Justin: Me deseje sorte, amor...

Você: Amor, você não precisa de sorte. Lembre-se: Você é o melhor. E só em você subir naquele palco, já vai deixar todas as suas beliebers felizes. - ela sorriu.

Ela me deixa confortável de qualquer maneira. Nunca vi alguém ter tanto efeito sobre mim. Eu realmente a amava de verdade. Eu sorri de volta.

Você: Eu vou ficar ao lado do palco te olhando e vendo você arrasar. - ela disse sorrindo feito uma criança, o que me fez rir.

Justin: Obrigado. - nos selamos rapidamente. - Vamos? - ela assentiu.

Eu abri a porta do camarim e saímos dali com nossas mãos entrelaçadas. Encontramos minha mãe e os meninos no corredor. Cumprimentamos eles rapidamente e eu fui para o palco, deixando minha princesa ao lado da minha mãe e dos meninos no cantinho do palco.

Eu fui para o local aonde eu entraria e ouvi as beliebers fazerem uma contagem regressiva de 20 segundos. Respirei fundo e no 1 segundo, a porta a minha frente se abriu e eu pude ver a tamanhã multidão que havia a minha frente. Eu sorri orgulhoso e entrei cantando All Around The World, ouvindo vários gritos e várias beliebers cantando junto comigo.

(seunome) P.O.V

Só em o Justin entrar no palco e começar a cantar, eu já me emocionei. Eu não conseguia acreditar que aquele meu melhor amigo de infância havia se tornado o Justin Bieber, ao qual milhões de garotas são loucas por ele, e também por ele ter se tornado meu namorado.
 
Depois de algumas músicas cantadas, finalmente chegou a hora da Belieber subir ao palco e ele cantar para ela. Enquanto ele falava algumas coisas, era para a Belieber chegar perto de mim e do pessoal, pois dali, ela iria para o palco.
 
Você: Ué, cadê a belieber que vai ser a ollg? - perguntei a Pattie.
 
Pattie: Não sei. Já era pra ela estar aqui... - Pattie respondeu-me confusa.
 
Ryan: Já sei até o que vai acontecer. - Ele sorriu.
 
Você: O que vai acontecer?
 
Chaz: É, dude... O que vai acontecer?
 
Ryan: Vocês irão ver.. - ele deu mais um sorriso e voltou a prestar a atenção no show.
 
Justin: A OLLG de hoje, vai ser alguém muito especial como todas vocês, mas essa, é a pessoa que fica comigo sempre que pode, que passa o dia comigo e que me deixa feliz o dia inteiro. Essa princesa, é a (seunome) Parker.
 
Eu olhei assustada para o Justin e ele deu um sorriso lindo, vindo me buscar em seguida. Quando eu entrei no palco, meu coração disparou ao ver a multidão gritando. Agora vai saber se eles estavam gritando porque gostam de mim, ou se estavam gritando por não gostam de mim.
 
Justin começou cantando e me levou até um banquinho no centro do palco, então sentei-me ali e ouvi aquela serenata maravilhosa. Em meios aos meus sorrisos, eu não me contive e deixei algumas lágrimas derramarem. Ele realmente sabia como me derreter como uma manteiga.
 
Quase na hora da musica acabar, Justin trouxe um buquê de flores para mim e entregou-me.
 
Justin: Eu te amo muito! - ele sussurrou em meu ouvido. Eu sorri boba.
 
Assim que a musica acabou, as beliebers gritaram o meu nome. Eu sorri. Um dos assistentes de palco me deu um microfone. Eu não sabia o que falar, então disse o que estava no meu coração.
 
Você: Eu juro que eu fiquei surpresa quando o Justin me chamou para ser a OLLG, e também fiquei surpresa por vocês não terem me vaiado. Eu quero agradecer a vocês por cada sorriso que vocês colocam no Justin. E sei que, assim para mim, para vocês, ele também é o mundo de vocês. E pode deixar, eu estou cuidando muito bem do mundo de vocês. - eu sorri novamente.
 
Os fãs vibraram e bateram palmas, então ouvi gritaram "beija". Meu coração foi para na boca novamente e Justin deu aquele sorriso malicioso dele irresistível.
 
Justin: Não vai atender os pedidos das beliebers? - ele perguntou falando no microfone dele. Eu aposto que aquele momento eu estava igual um tomate.
 
Você: O ídolo de vocês é muito cara de pau, vocês não acham? - eu perguntei e ri, assim como os fãs. Elas concordaram comigo.
 
Eu e Justin nos aproximamos e iniciamos um beijo lento e curto, pois do jeito que somos, o beijo ia acabar em transa, mas estávamos no palco da believe tour. Terminamos com selinhos rápidos e eu acenei com a mão antes de sair do palco.
 
Ryan: Sabia que você ia ser a OLLG. - ele sorriu e eu e o pessoal também.
 
Você: Que vergonha! Meu coração foi na boca...
 
Pattie: Foi lindo Cacau. Até eu me emocionei aqui...
 
Você: Own.. - eu a abracei.
 
Ficamos vendo o show que logo acabou. Justin veio até a gente. Ele abraçou a mãe dele e veio me abraçar. Ele estava todo molhado de suor.
 
Justin: Gostou amor?
 
Você: Amei... - eu sorri e ele também. Justin ia me abraçar e eu o barrei. - Nem vem amor, você esta todo suado. - ele sorriu sarcástico e aproximou seus lábios de meu ouvido.
 
Justin: Tudo bem, mas daqui a pouco eu vou estar suado e você vai me sentir de todo jeito e todas as posições. - ele deu um selinho rápido em meu pescoço fazendo eu me arrepiar.
 
Eu fechei os olhos e suspirei. Abri os mesmo e sorri para ele, que sorriu de volta. Justin fez um toque com os meninos e com Scooter. Vi Alfredo vindo em nossa direção. Ele falou com a gente e ficamos lá conversando enquanto Justin trocava de roupa.
 
Você: Gente, vou no camarim.. - eles assentiram.
 
Fui até o camarim de Justin e abri a porta, pois estava apenas encostada. Justin já estava quase pronto, só faltava por a camisa.
 
Justin: Oi amor. - ele sorriu fazendo eu sorrir.
 
Você: Oi meu lindo. Hein, vamos sair hoje ou vai ser lá no hotel? - eu disse me aproximando dele com um sorriso malicioso. Ele riu maldoso.
 
Justin: Acho que um Motel sairia bem... - ele disse e deu várias mordidinhas em meu pescoço, fazendo eu me arrepiar todinha.
 
Para provocar, eu dei um leve apertão em seu membro, ouvindo ele soltar um leve gemido e seu pau aumentar um pouquinho o volume. Eu sorri satisfeita.
 
Você: Tudo bem, vamos então? - ele assentiu.
 
Ele me deu um beijo longo e lento e entrelaçou nossas mãos. Saímos do camarim e fomos ao encontro do pessoal.
 
Justin: Galera, estou indo agora para o hotel, pois vou sair com a (seunome). Alguém vai ir comigo?
 
Chaz: Eu vou!
 
Ryan: Também vou.
 
Justin: E você, mãe?
 
Pattie: Vou ficar aqui meu filho, pois vou resolver algumas coisas.
 
Justin: Tá bom. - ele beijou a testa dela e se despediu do pessoal, assim como eu fiz.
 
Fomos caminhando e zoando até aonde estava o carro do Justin. Entramos no mesmo e Justin deu partida para o hotel. No caminho os meninos só falaram putaria, como sempre. E eu só sabia rir.
 
Depois de alguns minutos chegamos ao hotel. Justin estacionou e descemos do carro. Fomos para o elevador.
 
Chaz: Cacau, segura seu namorado ai..
 
Ryan: Pois é. Ele ama elevadores, cuidado para ele não te trair com um deles. - eu não resisti e ri deles dois. Justin me olhou bravo.
 
Você: Tadinho. Para com isso, gente! - eu sorri e beijei Justin até o elevador parar, pois assim ele não ficaria com medo.
 
Saímos do elevador.
 
Ryan: Hein (seunome), eu morro de medo de elevador também.. Me beija pra passar? Olha só como minhas pernas estão tremendo. - ele balançou as pernas. Eu e os meninos gargalhamos dele e depois ele riu.
 
Você: Ai Ryan, você é foda, viu! - abracei ele de lado e beijei a bochecha dele.
 
Ryan: Boa noite Justin e (seunome). - ele disse malicioso.
 
Chaz: Tenham uma ótima noite. Durmam bem! - ele disse malicioso também. Eu e Justin rimos dele.
 
Você: Boa noite meus amores. - beijei a bochecha deles dois.
 
Eu e Justin entramos no quarto dele.
 
Justin: Amor, vou tomar banho e depois a gente vai.
 
Você: Tá, mais eu também vou tomar banho.
 
Justin: Toma banho comigo então. - ele disse sem maldade, o que me deixou surpresa.
 
Você: Tá bom. - eu concordei tirando meu salto.
 
Peguei a roupa que eu iria usar que estava dentro da sacola de compras, e fiz um coque em meu cabelo.
 
Você: Amor?
 
Justin: Oi.. - ele estava tirando a calça dele.
 
Você: Me ajuda a tirar meu vestido? - ele assentiu.
 
Justin se aproximou e abriu meu vestido. Senti ele dando vários selinhos na minhas costa, o que me fez se arrepiar todinha.
 
Justin: Pronto! - olhei pra ele e ele estava sorrindo.
 
Você: Provocar é feio, Justin! - ele riu.
 
Justin foi para o banheiro e eu terminei de tirar a minha roupa, depois fui para o banheiro e entrei no box. Estávamos com um fogo danado, mas nos controlamos. Sai do banho e me vesti assim:
 
Justin se vestiu assim:
 
Peguei meu celular, Justin pegou as chaves e a carteira e lá fomos nós. Justin entrou no carro dele e eu fiz o mesmo. Só queria ver se alguém visse nós dois chegando num Motel.
 
Continua...
ooi meus amors, tudo de boa? Eu estou bem. *-* Bom, sábado e nem domingo eu postei, desculpe. Mas fiz esse capitulo enorme pra vcs. Espero que vocês gostem!! E vem por ai muitas surpresas. Ah, a (seunome) n vai ficar gravida. Não me matem por isso, pois dps vcs irão entender o pq. lakjslkajslakjs Beijoooooooooos e amo vocês. <3 P.S: Continuo com 20 comentários.


25.10.13

As Long As You Love Me - Capítulo 46 ✌

 
Ai meus sentimentos *O*
 
(seunome) P.O.V

Eu e Pattie ficamos ali por alguns minutos abraçadas. Eu estava com o olho fechado, deixando apenas as lágrimas rolarem. Encerramos o braço e ela limpou as minhas lágrimas com o seu polegar.

Pattie: Vou pedir um lanche, você quer?

Você: Quero não Pattie. Obrigada. - eu sorri de lado.

Pattie: Já sei... Vamos no shopping para a gente se distrair? - ela perguntou animada.

Você: Não estou muito animada, desculpe.

Pattie: Você acha mesmo que você vai ficar aqui choramingando? Claro que não, pois não vai adiantar de nada. Então para relaxarmos, vamos ao shopping fazer umas compras e depois no SPA. - ela disse puxando meu braço, fazendo eu me levantar da poltrona. Eu ri da reação dela.

Você: Tá bom, Pattie. - eu rolei os olhos teatralmente e rimos.

Pattie: Hoje o Justin tem show, você vai né!?

Você: Nem sabia que ele ia fazer show hoje. Mas vou sim...

Pattie: Ok. Vamos? - ela perguntou pegando sua bolça em cima da cama. Eu assenti.

Fomos até o quarto dos meninos e Pattie bateu na porta. Ryan atendeu. No fundo eu pude ver Justin e Chaz num macbook. Com certeza eles estavam vendo merda... Ou não.

Justin: Vocês vão pra aonde? - Justin perguntou antes de alguém falar algo.

Pattie: Vamos ir ao shopping e depois ao SPA.

Justin: Então a senhora vai roubar a Cacau de mim por um dia!? - ele perguntou incrédulo.

Pattie: É apenas um final de tarde Justin. - ela disse rolando os olhos. Eu e Ryan rimos.

Você: É, Justin. Deixa de ser dramático e grudento. - eu caçoei e sorri. Pattie, Chaz e Ryan riram.

Chaz: Se fudeu, Justin! - ele disse rindo.

Justin: Sério que eu sou grudento? - ele perguntou cínico. Eu apenas ri. - Ah, mas você ama esse grudento gostoso. - Ryan e Chaz caíram na gargalhada.

Pattie: Cadê a educação e respeito que eu te dei, meu filho!? - ela perguntou séria.

Justin: Tá comigo, mãe! - Pattie rolou os olhos de uma forma engraçada e impaciente.

Pattie: Passamos aqui só para avisar que estamos saindo. Tchau meninos! Tchau Justin!

Eu sorri da atitude dela e entrei no quarto, indo até Justin.

Você: Daqui a pouco eu volto. Ah, quer que eu vá no seu show hoje?

Justin: Claro. - ele sorriu e me beijou.

Paramos o mesmo por tosses falsas do Ryan, Chaz e Pattie. Rimos e nos selamos rápido.

Você: Tchau, meninos.

Ryan & Chaz: Tchau...

Eu e Pattie saímos dali e entramos no elevador. Em seguida paramos no primeiro andar e pegamos o carro, indo para o shopping em seguida. Ficamos ouvindo e cantando musicas. Estávamos cercadas de seguranças em outros carros e cercadas de paparazzis também.

Chegamos ao shopping e Pattie estacionou. Saímos do carro e só vi pessoas vindo em nossa direção. Os seguranças ficaram na nossa frente para tentar amenizar as coisas. Eu e Pattie falamos com algumas Parketors e algumas Beliebers, depois entramos no shopping.

Pattie: Meu Deus, que tumulto foi esse?

Você: Né! Geralmente é sempre assim mesmo... Já até me acostumei.

Pattie: Eu ainda não estou acostumada, porque eu quase não saio. Só saio para resolver coisas do Justin, então quase nunca tem fãs e paparazzis. - sorrimos.

Ficamos andando pelo shopping e compramos várias roupas. Depois fomos para o SPA que era a rua atrás do shopping. Minha unha ficou assim:

Meu cabelo ficou assim:

Eu estava me sentindo tão leve que estava me dando até vontade de dormir. SPA é uma coisa maravilhosa e que faz milagres. u_u Depois nós duas fomos ao Starbucks.

Você: Pattie, vamos tirar uma foto?

Pattie: Vamos!

Peguei meu celular e tirei uma foto nossa. Postei no instagram/twitter:
@Parker_: Tarde maravilhosa ao lado da minha
sogrinhaaaaa <3 #PattieMallete #TeAmo

Eu e Pattie fomos até o carro no estacionamento e com muito custo por causa dos fãs, mas conseguimos entrar no carro e voltar para o hotel.

Um dos homens que trabalham no hotel, levou nossas sacolas de roupas para o quarto de Pattie.

Você: Vou chamar o Justin. - Pattie assentiu.

Eu não sabia fazer o toque deles, então eu bati de qualquer jeito e chamei o Justin. Ryan atendeu novamente.

Ryan: Você esta linda! - ele sorriu.

Você: Obrigada, Ryan. - eu sorri também. - Chama o Justin pra mim?

Ryan: Não quer entrar?

Você: Não amor.  Tenho que me arrumar para o show do Justin. - eu sorri.

Ryan: Que legal, você também vai?

Você: Vou.. - ri.

Ryan: Justin, sua gata esta te chamado. - eu gargalhei.

Em alguns segundos Justin apareceu na porta e me olhou por completa.

Justin: Você esta linda!

Ryan: Imagina quando ela estiver vestida para o seu show daqui a pouco. - ele disse mordendo os lábios e eu gargalhei novamente.

Justin o olhou sério e deu um tapa na cabeça dele.

Justin: Mais respeito com a minha namorada.

Ryan: Vai se foder, Justin. - Rimos.

Você: Amor, vem se arrumar. Você vai acabar se atrasando...

Justin: Ok marrentinha.

Ryan: Tá obedecendo mulher agora? - Ryan zoou e Justin mandou dedo do meio pra ele, em seguida fechou a porta na cara de Ryan. - PORRA, JUSTIN! - ouvimos ele gritar do outro lado da porta. Eu e Justin gargalhamos.

Você: A gente vai para o seu quarto?

Justin: Você não vai ir no seu hotel para se arrumar?

Você: Não. Eu comprei roupas novas e vou usar algumas coisas que eu comprei.

Justin: Então tá. E aonde esta suas coisas?

Você: No quarto da sua mãe. Vamos lá pegar. - ele assentiu.

Fomos até o quarto de Pattie e ela abriu a porta para nós dois assim que batemos na mesma.

Justin: Mãe, viemos pegar as coisas da (seunome).

Pattie: Tá ali em cima da cama. Pega lá meu filho. - ele assentiu e entrou no quarto.

Você: Estou tão animada para esse show. É o primeiro que eu vou do Justin. - Pattie sorriu.

Pattie: Você vai amar, (seunome). Ele no palco é o mais sincero possível e ele dar o melhor dele. É a coisa mais linda. - eu sorri boba.

Você: Imagino. Não vejo a hora de poder ver isso tudo pessoalmente... - sorrimos.

Justin apareceu com as sacolas nas mãos.

Justin: Pra que isso tudo?

Você: Para de reclamar, Jay. - ele me olhou incrédulo. Eu e Pattie rimos da cara que ele fez.

Eu e Justin demos "Tchau" a Pattie e fomos para o quarto de Justin, que é um pouco distante do quarto dela e do quarto dos meninos. Peguei a chave do quarto no bolço de Justin, assim como ele pediu, e abri a porta. Justin jogou as sacolas na cama.

Justin: Vamos tomar banho juntinhos, né amor!? - ele disse sorrindo malicioso e se aproximando de mim.

Você: Nem vem de assanhamento, Justin. Você sabe muito bem que eu posso estar gravida por causa daquela rapidinha. - eu disse séria, cortando o barato dele. Ele suspirou.

Justin: Você não esta gravida, ok? Eu tenho certeza disso.

Você: Você por um acaso é algum médico ou Deus para ter certeza? - eu perguntei rude e rolei os olhos.

Justin: Olha (seunome), eu sei que isso é sério, mas eu não quero discutir com você por causa disso; ainda mais agora que esta quase na hora do show. Amanhã eu vou te levar no médico e a gente resolve isso. - ele disse e foi para o banheiro sem deixar eu falar nada.

Sentei numa das poltronas que havia no quarto e fiquei pensando. Imagina se eu ficasse grávida... Eu e Justin quase não íamos dar atenção ao nosso filho. Ou então, teríamos que largar a nossa carreira. Coisas que lutamos para isso. Eu não queria ficar gravida. E eu não podia ficar gravida.

Quando dei por mim, Justin já tinha saído do banho. Ele ainda estava sério. Ele pegou uma box preta e vestiu a mesma. Sequei algumas lágrimas que havia escapado de meus olhos e fui até as minhas sacolas. Peguei o vestido e o sapato que eu iria usar e fui para o banheiro. Por sorte, tinha uma toalha de banho limpa no banheiro, então tomei meu banho e sequei-me com a mesma. Me vesti ainda no banheiro. Eu fiquei assim:
Fiz uma make rápida e voltei ao quarto. Justin estava sem camisa e estava terminando de arrumar o cabelo. Eu estava passando meu perfume e ele se aproximou de mim.

Justin: Me desculpe, ok? - eu suspirei e assenti em seguida. - Você esta linda, gostosa, sei lá.. Perfeita.

Quando vi, minha boca já estava grudada na dele. Encerramos com selinhos. Ainda bem que eu não tinha passado batom, senão eu e ele íamos ficar igual palhaços.

Você: Esta pronto?

Justin: Quase. Só falta a camisa...

Ele terminou de se vestir, ficando assim:
Ele pegou a chave do carro e a chave do quarto dele. Saímos e eu tranquei o quarto, depois fomos para a garagem. Justin disse que Pattie vai mais tarde; ele tem que ir mais cedo para trocar de roupa, arrumar o cabelo e se maquiar. Parece até uma bixa né!? Mas esse é o meu homem.

Continua...
OOOOOOOOOOOOOOOOOI PESSOAS GOSTOSAS! TUDO DE BOA? EU ESTOU BEM. *-* EAI, O QUE ACHARAM DO CAPITULO? EU FIQUEI UNS DIAS SEM POSTAR, MAS É QUE ESTOU SEM TEMPO MESMO. VOCÊS SABEM!!! MAS ENFIM... EU FIZ ESSE CAPITULO GRANDÃO PARA RECOMPENSAR VOCÊS. TÔ NO CAPS LOOK, VCS SABEM QUE EU AMO O CAPS! Ú_Ú GOSTARAM NO NOVO LAYOUT? EU QUE FIZ!! EU FIZ ELE BASTANTE SIMPLES. EU QUERIA ATÉ MAIS SIMPLES, SÓ QUE SEMPRE QUANDO EU ENTRO EM BLOGS DE TUTORIAIS PARA FAZER MEU LAYOUT, EU VEJO CADA COISA LEGAL E ACABO COLOCANDO NO MEU LAYOUT. U_U EU SÓ NÃO GOSTEI DO CABEÇALHO. EU IA MUDAR, MAS JÁ QUE MEU BLOG É UM BLOG DE FANFICS HOT, EU PREFERI DEIXAR COM ESSA FOTO SEQUISI DO JUSTIN. AHHH RESPONDI OS COMENTÁRIOS DO CAPITULO 44 E 45. ENFIM... CONTINUO COM 20 COMENTÁRIO. BEIJOS NA BUNDA! :* AMO VOCÊSSSSSSSSS!!!! ❤❤❤
Divulgando: http://saindodarealidadeprasonharcomobieber.blogspot.com.br/ & http://sonhos-feat-justinbieber.blogspot.com.br/ & http://anandas2almeida.blogspot.com.br/

22.10.13

As Long As You Love Me - Capítulo 45

 
 
(seunome) P.O.V

Ryan foi até a pequena estande que estava a TV e colocou o jogo. Ficamos jogando enquanto Pattie e Fredo não chegavam. Eu e Justin vencemos os meninos... Até porque, nós dois somos dançarinos, então é bem fácil para nós dois jogarmos.

Bateram na porta e Ryan parou o jogo. Estávamos na 4° rodada, e quem estava jogando, era Ryan e Chaz. Chaz foi ofegante até a porta e abriu a mesma.

- (SEUNOME), QUE SAUDADE! - eu olhei para a direção da porta e vi Pattie ali.

Corri até a minha sogrinha e nos abraçamos.

Você: Que saudade, Pattie. - desfizemos o abraço. - Você continua linda. - ela sorriu.

Pattie: Obrigada, querida. Digo o mesmo sobre você...

Alfredo: Eai, (seunome), quanto tempo. - ele se aproximou e nos abraçamos.

Você: Quanto tempo mesmo. Estava com saudade de você também. - desfizemos o abraço e ele sorriu.

Alfredo: Também estava com saudade.

Pattie: O que vocês estão aprontando ai?

Chaz: Estamos jogando Just Dance.

Pattie: Ah! Hein (seunome), vou no meu quarto. Vamos lá para conversarmos melhor.

Você: Tudo bem, vamos sim.

Pattie: Tchau meninos.

Meninos: Tchau.

Você: Amor, daqui a pouco a gente se ver. - eu ri e ele sorriu, me selando em seguida.

Eu e Pattie saímos do quarto de Chaz e Ryan e fomos para o quarto dela, que era ao lado do quarto dos meninos. Pattie abriu a porta e jogou sua bolça em cima da cama, em seguida tirou seu enorme salto alto, jogando o mesmo em qualquer lugar do quarto.

Pattie: Pode se sentar, (seunome). Fique a vontade!

Eu sorri e me acomodei em uma das poltronas.

Você: Mas eai, Pattie... Você tem cuidado bastante do Justin? - eu caçoei e rimos em seguida.

Pattie: Quando ele esta namorando, ele nem da trabalho. Graças a Deus! - ela disse rolando os olhos teatralmente e riu em seguida.

Ri também. Ela sentou-se na poltrona a minha frente.

Você: Que bom, né. - eu sorri de lado.

Pattie: Cacau, eu sei que quando eu te vi ali no quarto, você aparentava esta feliz, mas o meu intuito diz que algo esta acontecendo... E o que é?

Você: Não, magina Pattie... Não esta acontecendo nada não. - eu forcei um sorriso e ela me repreendeu num olhar. - Tudo bem... - eu suspirei.

Pattie: Eu sou sogra. Pode confiar em mim...

Você: Bom, hoje eu e Justin transamos rapidinho... - eu disse envergonhada e pausei.

Ela me olhou séria. Ela estava mesmo interessada no assunto. E se ela tivesse sorrido na hora em que eu comecei a falar, eu com certeza ficaria com mais vergonha ainda.

Pattie: Prossiga... - eu assenti.

Você: Eu e ele esquecemos da camisinha. - ela me olhou séria e suspirou. - Estou com muito medo, Pattie! - eu disse já com os olhos marejados.

Pattie se levantou da poltrona e ajoelhou-se a minha frente.

Pattie: Você tomou remédio?

Você: Sim...

Pattie: Tomou depois de quantas horas depois da transa?

Você: Não sei. Acho que umas seis horas. - Pattie suspirou.

Pattie: Eu não vou mentir para você...

Você: Eu tenho alguma chance de ficar gravida? - eu a interrompi nervosa.

Pattie: Você tem uma grande chance de engravidar e uma grande chance de não engravidar. Mas eu acredito que você não ira ficar gravida, pois foi só uma vez sem camisinha.

Você: Ain Pattie, eu estou com muito medo.

Pattie: Foi uma grande irresponsabilidade de vocês dois, mas vocês podem sempre contar comigo, vocês sabem disso. Agora fique calma! - ela disse me abraçando.

Eu e Pattie ficamos ali por alguns minutos abraçadas. Eu estava com o olho fechado, deixando apenas as lágrimas rolarem.

Continua...
Oooi minhas Cacauliebers cismei com essa apelido, tudo de boa com vocês? Eu estou bem. \ô/ Bom, gostaram do capitulo? Espero que sim... Respondi os comentários do capitulo 43 e amanhã irei responder os comentários do capitulo 44. Nem vou poder ficar mt aqui, pois já esta tarde e amanhã eu tenho aula. :ccc Mas enfim... Espero que tenham gostado me desculpem por esse capitulo pequeno. Beijos e amo vocêsss!!!

19.10.13

As Long As You Love Me - Capítulo 44

kkkkkkkkkk É bem a cara da (seunome) e do Justin.
Concordam? u_u SUHAUAHSUAHS'

(seunome) P.O.V

Sorrimos. Eu passei meus braços pelo seu pescoço e Justin alisou meu rosto e segurou meu queixo em seguida. Iniciamos um beijo calmo, como se tivéssemos todo o tempo do mundo. Sentir os lábios dele, era como uma necessidade.

Encerramos com selinhos e sorrimos, descendo em seguida. Justin foi para a garagem enquanto eu trancava a casa. Justin ligou o carro e eu fui até o mesmo, entrando em seguida.

Você: Aqui a chave amor.

Justin: Poe na minha carteira.

Coloquei a chave da casa na carteira dele e ele seguiu até o hotel.

Você: Amor, e aqueles seguranças?

Justin: O que tem eles?

Você: Você paga eles para ficarem ali todos os dias? - ele riu.

Justin: Sim. Cada dia é uma equipe.

Continuamos o caminho e eu me lembrei de algo.

Você: CARALHO, JUSTIN! FUDEU! - Justin me olhou assustado.

Justin: Que foi, amor?

Você: Sabe aquela rapidinha que tivemos hoje a tarde?

Justin: Claro que sei. - ele sorriu malicioso. - E por sinal, foi ótimo. - ele continuou sorrindo malicioso.

Você: A porra é séria, Justin.

Justin: Fala, o que houve?

Você: Esquecemos de usar camisinha.

Eu olhei pra ele e vi que ele engoliu a saliva. Ele continuou dirigindo e ficou quieto por um instante.

Justin: Temos que passar numa farmácia para comprar remédio.

Você: Será que vai adiantar? O mais importante, a gente não fez, Jus. - eu senti meus olhos lacrimejarem.

Justin: Relaxa amor, vai dar tudo certo! - ele disse dando uma rápida olhada pra mim, depois ele voltou a observar a estrada.

Ficamos quietos e depois de uns 5 minutos chegamos em uma farmácia. Justin estacionou o carro e desligou o mesmo. Ele me olhou e colocou a mão em meu rosto, alisando o mesmo com o seu polegar.

Justin: Vai ficar tudo bem, tá bom? - eu assenti. - Vou lá comprar e volto já. - ele me beijou rápido e saiu do carro.

Vi uma nuvem de fãs rodiar ele. Justin falou com todas as beliebers e depois entrou na farmácia. Eu não sei como ele não foi atacado, pois ele estava sem seguranças. Se ele é maluco? Sim, e demais! Vi mais uma vez ele tentando sair da farmácia, mas não conseguiu. Então vi uns caras se aproximarem do Justin e o ajudar. Justin falou com eles e entrou no carro novamente.

Você: Você é maluco, né Justin?

Justin: Por quê? - ele perguntou me dando a caixinha de remédio e uma garrafinha d'agua.

Você: Era para os seus seguranças estarem com você.

Justin: Eu quis ficar só com você. Não gosto desses seguranças nos rodeando. - ele disse ligando o carro. Eu sorri.

Tomei o remédio e seguimos para o hotel. Chegamos depois de 10 minutos. Justin parou o carro enfrente ao hotel e descemos. Ele entregou a chave a um manobrista e entramos no hotel. Pegamos o elevador e paramos no 3° andar, onde estava o quarto da Pattie e dos meninos.

Você: Vamos ver quem primeiro?

Justin: Minha mãe.

Você: Ok.

Andamos até o quarto 302 e Justin bateu na porta umas três vezes, mas ninguém atendeu.

Justin: Porra, cadê a minha mãe!

Você:  Ela deve ter saído, ué. Liga pra ela.

Ele retirou o celular do bolso e ligou para ela.

Justin: Você esta aonde mãe?... Ué, sei lá... Tá, desculpa - ele rolou os olhos - ....Estou com a (seunome) aqui...Calma coroa - ele riu. -... Desculpa de novo...- ele riu novamente. -...Tá bom...Os meninos estão aqui?...Tá...Vou falar com eles e depois volto no seu quarto...Beijos...Te amo também.

Você: E então...

Justin: Ela foi resolver algumas coisas com Scooter, Meu pai e Alfredo.

Você: Hum. Vamos ver os meninos. Estou morrendo de saudades deles.

Justin: É o 303.

Você: Esse aqui? - eu perguntei com um sorriso no rosto. Era do lado de Pattie. Ele assentiu.

Justin bateu na porta fazendo tipo um código e Chaz abriu. Ele me viu e sorrimos.

Chaz: (SEUNOMEEEEEEEEEEEEEEEEEE)! - eu pulei no colo ele.

Você: Que saudade de você, meu amooooooooooooooooooooooooooooooooor! - enchi o rosto dele de beijo.

Desfizemos o abraço e ele me colocou no chão.

Chaz: Você continua linda, Cacau!

Você: Own, obrigada Chazito lindo. - sorrimos. - Cadê o Ryan?

Chaz: Esta no banho. Entra ai gente...

Justin entrou e Chaz fechou a porta. Eu me sentei em uma das camas que tinha ali e Justin se jogou em cima da mesma. Chaz sentou em um puff que tinha de frente para a cama.

Você: Eai Chazito, desencalhou? - rimos.

Chaz: Não. Mas pretendo, né!

Você: Minha colegas de trabalho são lindas. Se você quiser, posso arranjar para você.

Chaz: Ah não! Elas são muito magrelas. - ele fez uma careta. Eu ri.

Você: Tá me chamando de magrela também!?

Chaz: Não. Por que eu estaria?

Você: Porque eu também sou modelo.

Chaz: Mas você é uma modelos gos... Quer dizer.. Eu não sei como dizer.. - ele ficou meio envergonhado e eu ri.

Justin: Pode dizer que ela é gostosa, Chaz. Eu deixo! Mas não vai se acostumando. - eu gargalhei.

Chaz: Não sou tão cara de pau, dude. - sorrimos.

Ouvimos a porta do banheiro abrir e olhamos, vendo Ryan apenas de bermuda. Nossos olhares se encontraram e sorrimos. Quando eu ia levantar para pular nele, ele correu e pulou em cima de mim, fazendo eu cair deitada na cama. Eu comecei a gargalhar.

Justin: Hey, cara! Saia dai! - Justin disse puxando Ryan de cima de mim.

Ryan: Para, Justin! Deixa eu matar a saudade da minha linda, porra. - eu gargalhei mais ainda deles dois.

Depois de Ryan me encher de beijo no rosto, ele saiu de cima de mim. Eu levantei rindo e o abracei direito. Desfizemos o abraço sorrindo.

Você: Que saudade de você, amor.

Ryan: Também estava morrendo de saudade. - ele me abraçou novamente. Só que dessa vez ele me apertou.

Eu não conseguia parar de rir. Chaz ria e Justin nos olhava bravo. Ryan me soltou e beijou o topo da minha cabeça. Justin se aproximou e segurou minha cintura.

Justin: Ryan e Chaz, morram de inveja do que eu vou fazer, pois vocês nunca irão fazer isso com ela. - eles segurou meu rosto com força e me deu um beijo hot, tirando meu folego. Encerramos o beijo com vários selinhos.

Chaz: Vai tomar no cú, cara. Isso ai já é palhaçada já! - ele bufou. Eu ri.

Ryan: Deixa Chaz... Ainda vamos ter uma girl igual a (seunome). - todos nós sorrimos. - Hein Cacau, você já viu a Pattie? Ela esta louca pra te ver.

Chaz: O Fredo também quer te ver.

Você: Não, eu ainda nem vi eles. Também estou morrendo de saudade deles, mas Pattie e Fredo saíram para resolver algo com Scooter.

Ryan: Ah, sim! Mas então, borá jogar Just Dance igual nos velhos tempos?

Você: Ebaa, vamos!

Ryan foi até a pequena estande que estava a TV e colocou o jogo. Ficamos jogando enquanto Pattie e Fredo não chegavam. Eu e Justin vencemos os meninos... Até porque, nós dois somos dançarinos, então é bem fácil para nós dois jogarmos.

Continua...

oooooooooooi minhas Cacauliebers Oshe... Que isso? u_u Tudo de boa com vocês? Eu estou bem. \ô/ Bom, espero que vocês tenham gostado do capitulo. Fiz bem grandão. <3 Desculpe os erros de português, é que estou com preguiça de reler. u.Ú Não vai dar para eu responder os comentários do capitulo anterior hoje, mas prometo que amanhã eu respondo. Hein gente, lembram que eu falei que eu preferi um iphone 5 ou 5S do que uma festa de 15 anos? Então... Acabei de receber a noticia de que eu vou ter a festa de 15 anos. *-----------* Tipo... Não vai ser um festão e báh, mas vai ser uma festa legal. hehe :3 Meu aniversário é no dia 11 de Dezembro, mas vou fazer a festa no dia 28 de Dezembro. Se der, eu posto as fotos aqui. Mas se não der, vocês veem no meu facebook mesmo. *U* Bom, vou indo amorsss... Continuo com 20 comentários. Beijos e amo vocês por demais! <33333333333333

18.10.13

Avisoooo!

Oi oi pessoas gostosas!
Bom, estou desde quarta-feira sem postar, né!? Eu fiquei sem postar porque estou tendo muito trabalhos. E meus testes já estão começando, pois como eu estou no 9° ano, o 4° Bimestre vai ser mais curto por causa da formatura, dai já viu né!? E hoje eu não postei porque eu fiquei o dia inteiro na igreja arrumando a festividade das crianças. E hoje a noite foi a festa. Mas enfim, amanhã eu irei postar. E se der, eu posto dois capítulos. Agora eu vou dormir porque estou cansadona. :cc
Ahh! Respondi os comentários do capitulo 42 e amanhã irei responder os comentários do capitulo 43.
Beijos e amo vocês. <3

16.10.13

As Long As You Love Me - Capítulo 43

kkkkkk Concordam? u_u P.S: Eu que fiz e o print é da minha outra fanfic.
Click aqui para ver a fanfic.

(seunome) P.O.V


Fui até a minha bolça e peguei uma calcinha e um sutiã, vestindo o mesmo. Justin colocou uma bermuda e descemos, entrando logo na piscina. Mergulhamos um pouco e depois eu e Justin nos aproximamos. Eu coloquei meu braço envolta do pescoço dele, e ele agarrou a minha cintura.

Você: Que horas vamos no hotel que você esta? Para eu ver sua mãe e os meninos...

Justin: Hum... Não sei! Pode ser a tarde, umas 17h00, que tal?

Você: Tá bom. - eu sorri e ele iniciou um beijo.

Encerramos o mesmo com selinhos demorados. Eu rocei meu nariz no pescoço dele e ele se arrepiou da cabeça aos pés, fazendo eu sorrir.

Justin: Para com isso! Daqui a pouco vai ter algo te cutucando. - eu gargalhei roubando um sorriso dele.

Você: Eu tenho tanto controle sobre você? - eu perguntei me sentindo. Ele me olhou indignado.

Justin: Não! - ele rapidamente me respondeu. - Tá se achando, baby.

Você: Não tô não! - dessa vez eu que respondi rapidamente. - Tenho andado bastante com você, então me tornei muito pretenciosa. - ele me olhou incrédulo.

Justin: Menos conversa e mais ação, baby.

Eu abri a boca fingindo indignação e Justin riu, me beijando em seguida, deixando-me sem fala. Ele partiu o beijo por uns pequenos segundos e colocou-me sentada na borda da piscina. O beijo era quente. Era como se estivéssemos numa luta. Minha língua explorava cada detalhe da boca dele.

Eu interrompi o beijo e o joguei na piscina, rindo em seguida. Ele voltou a superfície e abriu os olhos, limpando-os em seguida.

Justin: AI CARALHO! TÁ ARDENDO. ESSA PORRA DE CLORO... PUTA QUE PARIU!

Eu pulei na piscina e fui até ele. Mesmo sabendo que não ia resolver de nada, eu tentei ajuda-lo ali dentro.

Você: Vem, vamos lá dentro lavar seu olho.

Ele não disse nada e saiu da piscina junto comigo. Fomos até o banheiro. Ele lavou os olhos deles e com muita dificuldade os secou. Fui até o quarto dele e entrei em seu closet tentando achar a maletinha de primeiros socorros. Por sorte, eu achei. Desci, voltando ao banheiro e ajudei ele.

Você: Parou de doer? - ele assentiu. - Me desculpa?

Justin: Tá tudo bem amor. - ele sorriu.

Você: Então tá. Vou lá em cima tirar essa lingerie molhada.

Justin: NÃO!

Você: Que foi, maluco?

Justin: Não tira essa lingerie. Você esta muito sexy nela. - ele sorriu maroto. Eu mostrei o dedo do meio e sorri, subindo em seguida com a maleta de primeiros socorros.

Fui até o quarto dele e guardei a maleta no mesmo lugar em que estava. Peguei uma camisa dele, uma calcinha e sutiã e fui para o banheiro. Tomei um banho bem demorado e vesti a camisa dele novamente. Estava penteando meu cabelo e ele entrou no quarto molhando o chão todinho.

Você: Ei, você esta molhando o quarto todo.

Justin: Desculpe. - ele disse e correu rápido para o banheiro, fazendo eu rir.

Penteei meu cabelo e entrei no banheiro de Justin para ver se tinha algum secador para secar meu cabelo. Não resisti e já entrei olhando o corpo e o amiguinho de Justin.

Você: Er. Amor, tem secador aqui? - ele desligou o chuveiro.

Justin: Tem dentro do armarinho. - eu assenti.

Eu não ia conseguir sair do banheiro sem fazer alguma loucura. Ele tinha o domínio sobre mim. Só de pensar, ele já me deixava louca. Tirei minha roupa sem que ele percebesse e entrei no box, fazendo ele me olhar confusa. Eu gostava disso.

Fechei o chuveiro e aproximei nosso rosto.

Você: Me fode todinha. - eu pedi num sussurro.

Senti ele me pegar no colo, fazendo eu entrelaçar minhas pernas em sua cintura. Ele atacou meus lábios e colocou seu membro dentro de mim. Fiquei interrompendo o beijo por causa dos meus gemidos. Eu rebolava com força.

Justin me levou até o quarto dele e me jogou na cama dele. Ele abriu as minhas pernas e me invadiu. Era tão bom ter ele. Ter aquele momento com ele. Nada importava... O mundo não importava para mim, pois eu só precisava estar com o Justin.

Ele ia gozar e parou, tirando seu membro e jogando sua goza em cima da minha barriga. Ele deu mais algumas entocadas e eu gozei. Ele caiu ao meu lado e ficamos ali, ouvindo nossas respirações.

Justin: Foi uma rapidinha deliciosa. - eu sorri e virei-me pra ele, dando um selinho demorado nele.

Você: Eu te amo muito. Eu não aguento mais ficar meses sem te ver. - senti meus olhos marejarem.

Ele suspirou.

Justin: Desculpe por eu ter seguido meu sonho e ter estragado o nosso namoro.

Olhei disfarçadamente pra ele e seus olhos também estavam marejados. Eu suspirei e deitei-me em cima dele, o olhando nos olhos.

Você: Obrigada por, mesmo com esse sucesso, você não ter me abandonado.

Justin: Eu sempre vou estar aqui. Eu te amo.

Ele passou a mão em meu cabelo e em seguida beijou a minha testa. Eu e Justin ficamos nos divertindo o resto da tarde.

Você: Anda amor, já estamos atrasado.

Justin: Não estamos nada. Nem marcamos hora com eles. - ele disse calçando seu tênis o mais devagar possível, o que me deixou muito irritada.

Você: Arghhh! Eu quero ver sua mãe e os meninos, logo. - ele riu. - Tá rindo de que, seu besta?

Justin: Seu besta! - eu sorri disfarçadamente.

Você: Af, anda logo.

Justin: Você fica mais linda ainda quando esta brava.

Você: Seus elogios não vão me deixar calma.

Justin: Não estou falando isso para te deixar calma. - ele deu o ultimo laço no Vans preto dele e veio até a mim, segurando a minha cintura em seguida. - Eu disse apenas a verdade. - ele me roubou um selinho antes que eu falasse algo.

Você: Bobo. Te amo muito.

Justin: Te amo demais minha bravinha.

Sorrimos. Eu passei meus braços pelo seu pescoço e Justin alisou meu rosto e segurou meu queixo em seguida. Iniciamos um beijo calmo, como se tivéssemos todo o tempo do mundo. Sentir os lábios dele, era como uma necessidade.

Continua...
oooooooooooooooooooi amores. <3333 Tudo de boa? Eu estou bem. *u* Bom, eu fiquei esse fds sem postar, pq dia 12 foi dia das crianças foda-se e aniversário da minha avó e da minha tia, então eu fiquei ocupada organizando a festa junto com a minha prima. E segunda eu viajei e voltei ontem a noite. Mas eu fiz esse capitulo com uma pequena parte hot. 66' Espero que vocês tenham gostado. o/ Já respondi os comentários do capítulo 41 e mais tarde vou responder os comentários do capítulo 42. Amoooo vcsssssssss! Beijos da tia Cacau gostosa SQNUNCA. CONTINUO COM 20 COMENTÁRIOS!

11.10.13

As Long As You Love Me - Capítulo 42


(seunome) P.O.V

Comi um pedaço da panqueca e estava ótimo.
 
Você: Esta um delicia... Não mais que eu, mas tá uma delicia. - ele me olhou sério e começou a rir, eu ri junto.
 
Justin: Ai amor, você é muito boba mesmo. - ele disse parando de rir e me deu um selinho. Eu sorri largamente.
 
Terminamos de comer e fomos para a sala. Ficamos agarradinhos vendo filme.
 
Você: Vou fazer brigadeiro.
 
Justin: Porra! É impossível entender as mulheres. - eu olhei pra ele e vi que ele estava incrédulo. - Te pedi pra você fazer brigadeiro e você disse: Nem vem Justin. - ele disse com uma voz afeminada, me fazendo rir.
 
Você: Tudo bem, então não vou fazer brigadeiro. - dei de ombros.
 
Justin: Ahh não, agora você vai fazer. Me deu vontade de comer. - eu ri.
 
Você: Tá bom. - levantei minha cabeça e dei um selinho nele.
 
Ele sorriu e beijou a minha bochecha. Levantei-me e fui até a cozinha, pegando os materiais e vi morangos na geladeira, então peguei. Fiz calda de chocolate e passei nos morangos. Postei a foto no instagram/twitter:
@Parker_: Que delicia!!!!!!!
 
Peguei o potinho com morangos e fui até Justin. Sentei-me entre as pernas dele. Ficamos comendo os morangos e o sono logo veio. 
 
Você: Amor, vou dormir. Você vem? - ele assentiu.
 
Justin desligou a televisão e eu levei o potinho sujo até a cozinha, colocando o mesmo na pia. Justin estava me esperando na sala. Fui até ele e o abracei por trás, então subimos assim. Fomos para o quarto e já fomos direto para a cama. Justin ficou virado para mim e passou o braço pelo meu pescoço e o outro pela a minha barriga. 
 
Justin: Antes que eu me esqueça: Você ficou maravilhosa nessa minha camisa. Quero te ver mais vezes assim. - ele sussurrou em meu ouvido fazendo eu me arrepiar e sorrir.
 
Nos selamos e logo dormimos.
 
Dia Seguinte...
 
Acordei com beijinhos do Justin.
 
Você: Deixe eu dormir, amor. - eu resmunguei e fiz biquinho. Ouvi ele rir e sorri, selando o nariz dele ainda de olhos fechados.
 
Justin: Tá ruim de mira, hein. - rimos.
 
Você: Besta.
 
Justin: E você ama os bestas.
 
Você: Não. Eu amo só um besta, que por sinal, é você. - eu abri os olhos sorrindo e ele sorriu, me selando em seguida. - O que vamos fazer hoje?
 
Justin: Transar o dia inteiro seria uma ótima ideia. - ele disse normal. Eu gargalhei e ele sorriu, gargalhando em seguida.
 
Você: Que tal piscina?
 
Justin: Tinha até me esquecido que essa casa tem piscina. - eu ri. - Tudo bem então.
 
Você: Borá levantar. Vou fazer café da manhã.
 
Justin: Ok. Só que primeiro, eu quero um beijo.
 
Você: Af amor, eu estou com mal hálito. - empurrei o rosto dele, que já estava bem próximo do meu.
 
Justin: I dai? O beijo continua sendo bom.
 
Ele nem esperou eu responder, ele se aproximou e roubou um beijo meu. Eu não fiz nada, apenas cedi. Paramos o beijo e descemos. Fiz nosso café da manhã e tomamos o mesmo, em seguida subimos.
 
Você: Vou escovar dente com a sua escova. - disse indo para o banheiro.
 
Justin: Tá.
 
Escovei meus dentes e voltei ao quarto.
 
Você: Amor, não tenho roupa para tomar banho.
 
Justin: Toma pelada. - eu o olhei séria e mandei o dedo do meio pra ele, fazendo-o rir.
 
Você: É sério, amor... - eu disse manhosa.
 
Justin: Também estou falando sério.
 
Você: Vai se foder.
 
Justin: Não sem você. - eu ri. - Toma de calcinha e sutiã então.
 
Você: Verdade, nem pensei nisso.
 
Fui até a minha bolça e peguei uma calcinha e um sutiã, vestindo o mesmo. Justin colocou uma bermuda e descemos, entrando logo na piscina.
 
Continua...
 
Heeeeeey meus amors, tudo de boa? Bom, espero que vocês tenham gostado do capitulo. Mas eai, novidades? Eu tenho. o/ Vou ganhar um iphone 5 ou 5S no final no ano. ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh! *--------------* Tô muito feliz, sérião. Minha mãe ia fazer uma festa de 15 anos p mim em Dezembro (que é o mês do meu aniversário eu faço aniversário de 11 de Dezembro), só que eu preferi o iphone. hahaha xD Bom, até mais. 20 comentários e eu continuo. Beijos e amo vocês! s2 P.S: SÓ VOU PODER RESPONDER OS COMENTÁRIOS ANTERIORES, AMANHÃ.

9.10.13

As Long As You Love Me - Capítulo 41

 
(seunome) P.O.V

Eu gemi e suspirei, fazendo ele sorrir. Soltei a mão dele e dei um leve aperto em seu membro, ouvindo-o gemer. Eu ri maldosa e dessa vez ele quem suspirou exitado. Eu fui até o macbook e conectei meu iphone no mesmo e coloquei a música para tocar.

Justin P.O.V
 
Ela dançava com facilidade e me levando a loucuras. Aquelas curvas dela, aquele bumbum, aquele seio. Ela completa. Ela estava me deixando maluco e "despertando" o meu membro. A casa rebolada que ela dava, meu pinto subia. Meu membro já estava doendo de tão duro.
 
Ela sorriu maldosa ao ver meu membro naquele estado. A musica parou e ela veio até a mim, ajoelhando-se na minha frente. Ela abriu minha calça e tirou a mesma. Eu não disse nada, deixei ela fazer o joguinho gostoso dela.
 
Ela tirou minha box e pegou meu pênis, tocando-o bem de leve e dando um beijinho na cabecinha, me deixando maluco. Eu gemi alto quando ela colocou meu pênis em sua boca e começou uma oral, me levando a outro mundo. Ela deu mais um beijinho na cabecinha e começou a me masturbar.
 
 
Enquanto ela devorava meu pênis, ela olhava em meus olhos, me deixando mais maluco ainda. Eu gemia feito louco e jogava a cabeça para trás de tanto tesão que eu estava sentindo.
 
Minha aveia engrossou, então pudemos sentir que eu iria gozar, dai ela parou com a oral. Peguei ela no colo e a joguei com brutalidade na cama. A beijei por toda parte de seu corpo quando, finalmente eu cheguei na sua intimidade. Contornei minha língua por toda extensão e em seguida a estimulei.
 
Antes que ela gozasse, eu parei, pois se não ela não continuaria exitada. Ela me olhou brava, fazendo eu rir. Abri as pernas dela com total brutalidade e fiquei rindo enquanto roçava meu pênis em sua intimidade. Ela me olhou com piedade e com uma cara de safada ao mesmo tempo.
 
Você: Coloca Justin... - ela pediu manhosa.
 
Justin: Quero mais de você. - eu sorri.
 
Você: Não acredito que você vai fazer eu implorar por sexo. - ela estava inconformada.
 
Justin: Não é implorar por sexo. É apenas pedir com jeitinho. - eu fingi inocência. 
 
Você: Porra! - ela sussurrou e eu ri pelo nariz, fazendo-a me olhar com raiva. Ela suspirou. - Não acredito que eu vou fazer isso... - eu sorri satisfeito. - Amor, enfia gostoso. Me come todinha, vai.. Me fode, porra. Estou com saudades de ser fodida. Anda logo, não estou aguentando mais. - ela disse imitando voz de puta, o que fez eu e ela termos um ataque de riso.
 
Justin: Isso ai, pediu bem gostosinho. - eu a beijei e ela gemeu entre o beijo quando meu pênis roçou mais uma vez em sua intimidade.
 
Eu sorri e fui bem devagarzinho no começo. Na casa só se ouvia o nosso gemido e o barulho da cama. Depois eu penetrei com força e logo eu gozei. Cai ao lado dela e ela não exitou, subindo em cima do meu pênis e rebolando. Eu já havia gozado, então não estava com disposição para sexo outra vez, mas a deixei ali para ela gozar.
 
Ela por fim, gozou e caiu em cima de mim com o meu pau ainda dentro dela. Só se ouvia a nossa respiração ofegante. Ela caiu ao meu lado e continuamos ali, tentando recuperar o folego. Eu sorri bobo. Estava com saudades dela e do nosso sexo. Ela consegue me levar a loucuras em apenas um sorriso.
 
Senti apenas meus olhos se fechando.
 
(seunome) P.O.V
 
Acordei assustada e vi que a luz do quarto estava acesa. Olhei para o lado e vi Justin dormindo pelado e eu também estava pelada. Levantei devagar para não acorda-lo e fui até o meu celular, pegando o mesmo e vendo que era 02h00 da manhã.
 
Fui até o banheiro no quarto de Justin e tomei banho. Me sequei e voltei ao quarto enrolada na toalha. Peguei a camisa de Justin no chão e a vesti. Em seguida vesti minha calcinha que estava dentro da minha bolça.
 
Estava fazendo um coque em meu cabelo para descer, pois estava com fome, quando Justin acordou.
 
Justin: Tá fugindo de mim, amor?
 
Você: Estou. - eu rolei os olhos. Ele riu.
 
Justin: Tá fazendo o que acordada?
 
Você: Acordei assustada, dai aproveitei e tomei um banho. Mas nem estou com sono.
 
Justin: Vou tomar um banho também. Estou colando de tanto suor.
 
Você: Tá bom.
 
Ele levantou sonolento e foi até o banheiro. Aproveitei enquanto ela estava no banho, e arrumei o quarto, que estava uma zona. Tinha roupa pra todo lado. Eu ri da situação.
 
Justin saiu do banheiro com a toalha enrolada na cintura e foi até o closet, voltando em seguida vestindo uma box preta.
 
Você: Não sabia que você já tinha roupas aqui.
 
Justin: Eu trouxe algumas roupas. Só o básico mesmo.
 
Você: Hum. Amor, tem algo pra comer lá embaixo? Estou faminta.
 
Justin: Tem. Vamos lá, também estou com fome.
 
Peguei meu celular, ele apagou a luz do quarto e descemos, indo até a cozinha.
 
Você: O que você vai fazer pra eu comer? - eu perguntei sentando-me em uma das cadeiras.
 
Justin: Não seria ao contrario: Você que deveria fazer algo para eu comer. - ele disse indo até a geladeira. Eu o olhei incrédula e ele riu.
 
Você: Claro que não! Depois de uma noite de sexo, o homem que tem de servir a mulher. - eu disse como se fosse obvio.
 
Justin: Tá bom sua chata. - ele disse fechando a geladeira e indo até a pia com um vidro d'agua. Eu sorri vitoriosa.
 
Você: E o que você vai fazer?
 
Justin: Ainda não sei. - eu ri. - Por que você não faz brigadeiro?
 
Você: Nem vem Justin. Hoje é você quem vai me servir. - ele revirou os olhos e eu sorri.
 
Ele pegou algumas coisas no armário e começou a preparar algo. Enquanto ele se virava, eu fiquei tirando fotos minhas e postei uma no Instagram:
@Parker_: Esperando meu mô terminar de fazer a "goro
roba" dele. hahhahahahaha <3
 
Li alguns comentários fofos e engraçados:
 
O QUE? VOCÊS DOIS HÁ ESSA HORA DA MANHÃ ACORDADOS?
APOSTO QUE ROLOU "SACANAGEM". HAHAHAHAHHAHA
AMO VOCÊS! <333333
 
Huummmm, danadinhos... O que vocês estão fazendo juntos há essa hora?
Rolou putaria, não foi? hahahhaha Amo vocês.
 
Lindona. <3 Manda um beijo para o Justin, gata! u.u
 
Perfeição define! <3
 
Rolou altas putaria que eu sei. u.u
 
Eu ri.
 
Justin: Que foi?
 
Você: As Beliebers e as Parketors são uns amores e uma comédia. Eu postei uma foto minha no Insta e algumas comentaram dizendo que eu e você tínhamos acabado de transar. - nós dois rimos.
 
Justin: E o pior é que elas estão certas. - eu ri.
 
Você: Pois é. Eai, quando essa gororoba vai sair?
 
Justin: Não é gororoba, amor... - ele resmungou. - É Panquecas. - eu gargalhei dele e ele me olhou incrédulo.
 
Eu mandei um beijinho pra ele e ele sorriu. Ela tirou a panqueca da frigideira e colocou num prato. Ele me entregou um prato e um copo de coca.
 
Você: Será que isso tá bom?
 
Justin: Eu sou chefe de cozinha, meu amor. - eu ri e ele sorriu.
 
Comi um pedaço da panqueca e estava ótimo.
 
Você: Esta um delicia... Não mais que eu, mas tá uma delicia. - ele me olhou sério e começou a rir, eu ri junto.
 
Justin: Ai amor, você é muito boba mesmo. - ele disse parando de rir e me deu um selinho. Eu sorri largamente.
 
Terminamos de comer e fomos para a sala. Ficamos agarradinhos vendo filme.
 
Continua...
 
OOOOOOOOOOI TUDO DE BOA COM VOCÊS? EU ESTOU BEM. TÔ NO CAPS PQ EU AMO O CAPS! U.U BOM, ME DESCULPE PELOS 2 DIAS EM QUE EU FIQUEI SEM POSTAR. ESTOU SUPER SEM TEMPO. E AINDA TEM MAIS OUTROS BLOGS, DAI FODE COM TUDO. BOM, ESPERO QUE TENHAM GOSTADO DE CAPITULO. COMENTEM BASTANTE E LOGO TERÁ CAPITULO NOVO. 20 COMENTÁRIOS E EU CONTINUO. AHHHHHHAAAAHHH! 204 SEGUIDORES, PUTA QUE PARIU! AI JEXXXUS! ESTOU MUITO FELIZ. MUITO OBRIGADA POR TUDO, SÉRIÃO. <3333333333333333333 FUI-ME. BEIJOOS :* 
 Divulgando: http://lovemeliketyoudo.blogspot.com.br // http://bieberjerry.blogspot.com.br/ // http://imaginebelieveinyourdreams.blogspot.com.br/